Menu
A+ A A-

Ciencia.ao - Portal de Ciência, Tecnologia e Inovação de Angola - Itens filtrados por data: agosto 2016

Eclipse Solar Anular: 1 de Setembro de 2016

 

Amanhã, quinta-feira, 1 de setembro de 2016, ocorrerá um eclipse solar anular observável na ilha Reunião. No local, os astrónomos do Observatório de Paris preparam-se para filmar e transmitir imagens em directo (9h15 em Angola) na Internet (http://www.dailymotion.com/observatoiredeparis).

Salienta-se que um eclipse solar ocorre quando a lua se interpõe entre o Sol e a Terra. O eclipse de amanhã será anular uma vez que a Lua não cobrirá o sol na totalidade, deixando um anel de energia solar visível por observadores terrestres. 

Alerta-se que não se deve olhar directamente para o eclipse, sem protecção, uma vez que poderão ocorrer danos nos olhos.

 

Para mais informações, consulte o seguinte portal (em francês):

https://www.obspm.fr/une-eclipse-annulaire-de.html?lang=fr

 

Imagem obtida em: http://cdn4.hoy.com.do/wp-content/uploads/2014/04/eclipse.jpg

Ler mais ...

Candidaturas para Formação em Biologia de Sistemas Quantitativos

Estão abertas até 31 de Agosto as candidaturas para formação em Biologia de Sistemas Quantitativos a decorrer de 5 a 16 de Dezembro de 2016 em Miramare, Trieste, Itália.

A formação, com uma abordagem teórica e experimental, é promovida pelo Centro Internacional de Física Teórica (ICTP – International Center of Theoretical Physics) com o objectivo de fornecer princípios físicos e biológicos básicos do desenvolvimento de organismos multicelulares e uma visão geral dos recentes avanços e directrizes promissoras de investigação neste domínio.

A formação tem os seguintes tópicos:

  • Morfogénio de sinalização (morphogen signaling);
  • Somatogénesis (somatogenesis);
  • Controlo do crescimento e divisão (de células);
  • Mecânica de tecidos e Regeneração.

Os candidatos que forem seleccionados, particularmente os que trabalhem em países em desenvolvimento e que estão em início de carreira, poderão beneficiar de bolsas para cobrir as despesas de viagem e estadia durante a formação.

 

Inscrições 

A taxa de inscrição para o curso é de 100 euros, a serem pagos em dinheiro no acto da inscrição no ICTP.

Estão isentos da taxa de inscrição os participantes seleccionados que sejam nacionais de um país em desenvolvimento e trabalhem neles.

 

Para mais informações e efectivação de candidaturas

http://indico.ictp.it/event/7661/ 

http://www.ictp.it/

E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.  

Telephone: +39 040 2240623 

Ler mais ...

Candidaturas para o Curso Online Gratuito de Iniciação à Botânica

A Associação Tela Botânica realizará, a 5 de Setembro de 2016, o MOOC (Massive Open Online Course) BOTANIQUE “Aprenda a Conhecer as Plantas - Iniciação”, um curso online gratuito de Iniciação à Botânica. 

O MOOC BOTANIQUE é desenvolvido no âmbito do projecto Floris'Tic que visa promover a cultura científica, técnica e industrial da botânica. O projecto é um consórcio de conhecimentos complementares em botânica, informática e animação de projectos. 

 

Duração

  • 7 semanas

 

Objectivos 

  • Aprender o vocabulário básico para descrever e caracterizar uma planta; 
  • Compreender as interacções das plantas com o meio ambiente;
  • Conhecer e identificar as famílias e as espécies comuns de plantas.

 

Público-alvo

O curso destina-se a profissionais do sector do ambiente, professores do ensino primário e secundário, estudantes interessados em adquirir conhecimentos em botânica e amantes da natureza, jardinagem, agricultura e espaços verdes.

 

Para mais informações

http://www2.cnrs.fr/sites/communique/fichier/cp_mooc_botanique.pdf 

http://mooc.tela-botanica.org/enrol/index.php?id=2

 

Ler mais ...

Chamada para Candidaturas ao Programa de Intercâmbio Estudantil - ANESI

No âmbito do acordo de cooperação 2014-2017 entre a UNESCO e a Agência Sueca de Desenvolvimento Internacional, com vista a promoção da investigação de alta qualidade e formação, através da colaboração e parceria entre Instituições de Ciências da Terra, a Rede Africana das Instituições de Ciências da Terra (ANESI – African Network of Earth Science Institutions) promove o Programa de Intercâmbio Estudantil com o objetivo de aumentar a mobilidade de estudantes em África.

 

Público-alvo:

  • Jovens estudantes pós-graduados em Ciências da Terra (Mestrado ou Doutoramento) dispostos a participar num curso específico ou usar um centro de pesquisa em outra instituição africana;
  • Instituições africanas de Ciências da Terra dispostas a hospedar estudantes de outros países africanos com interesse em frequentar um curso específico.

 

Duração:

A duração do Programa de Intercâmbio de Estudantes é de no mínimo 2 semanas e máximo de 1 mês.

 

Custos/Subvenções:

• Para as candidaturas individuais serão subsidiadas o máximo de 1.500 USD por estudante. No caso de candidaturas colectivas, por instituição, serão subsidiadas com um valor máximo de 6000 USD por instituição (quatro estudantes). O subsídio irá cobrir os custos de viagem e estadia.

• Nos casos de viagens para estudos de análise laboratorial, a ANESI pode cobrir alguns custos adicionais (não superiores a 1.000 USD) após analisar a proposta.

 

Requisitos:

  • Pertencer a um país Africano;
  • Possuir o grau de mestre (MSc) ou ser estudante de Doutoramento em uma instituição africana de Ciências da Terra;
  • Obter a aprovação de candidatura na instituição de origem;
  • Possuir a aprovação da instituição acolhedora.

 

Documentos necessários para candidatura:

  • Uma proposta detalhada descrevendo a actividade que irá realizar e explicando como o programa irá contribuir no avanço da sua pesquisa (5 páginas no máximo); 
  • CV do candidato;
  • Uma carta formal de aprovação da instituição de origem;
  • Uma carta formal de aprovação por parte da instituição de acolhimento.

 

Prazo de candidaturas:

Os candidatos devem fazer chegar as suas candidaturas ao Secretariado da ANESI até 30 de Setembro de 2016.

 

Mais informação:

anesicallseanesi.org

http://www.anesi.org/downloads/2016/Call_for_application_for_ANESI_SEP.pdf

www.anesi.org

 

Ler mais ...

Malária: Consumo de Açúcares Vegetais pelos Mosquitos Influencia a sua Transmissão

 

Estudo realizado por investigadores do IRD (Institut de Recherche pour le Developpement, França), do CNRS (Centre National de la Recherche Scientifique, França) e do IRSS (Institut de Recherche en Sciences de la Santé, Burkina Faso) revela que fontes naturais de açúcar contidos nas plantas e frutos consumidos pelos mosquitos influenciam na transmissão da malária.  Estes resultados, que abrem novas perspectivas na luta contra esta doença, foram publicados a 4 de Agosto na revista PLOS Pathogens.

A malária, doença parasitária mais disseminada pelo mundo, é responsável por mais de 430.000 mortes por ano, sendo 90% delas no continente africano. Causada por um parasita, o Plasmodium falciparum, a doença é transmitida aos seres humanos através dos mosquitos fêmeas (chamados vectores) do género Anopheles que se alimentam de sangue (humano e animal) e de açúcares vegetais de fontes naturais, como o néctar de plantas.

Os recentes estudos mostram que o consumo de açúcar pelos mosquitos tem impacto no seu tempo de vida. No entanto, a forma como a diversidade de plantas influencia a capacidade de os mosquitos transmitirem a malária (agindo sobre as relações portador/ patogénico [agente que causa a doença]), manteve-se até então desconhecida.

 

A alimentação dos mosquitos vista à lupa

Neste estudo, os investigadores analisaram a alimentação do mosquito Anopheles coluzzii, um dos principais transmissores do Plasmodium falciparum na África subsariana. Estudaram o impacto das fontes naturais de açúcar, contidos em diferentes plantas, sobre a relação entre o mosquito e o parasita responsável pela transmissão da malária.

Em laboratório, os investigadores alimentaram os mosquitos com açúcares naturais de néctares de plantas ornamentais (Barleria lupilina e Thevetia neriifolia) e de frutas (manga e uva selvagem) colhidas em jardins e em parques da cidade de Bobo Dioulasso (Burkina Faso). No entanto, um grupo de mosquitos recebeu uma solução aquosa com 5% de glicose. Passadas 24 horas os mosquitos foram alimentados com sangue infectado pelo Plasmodium falciparum. Os investigadores continuaram a fornecer fontes de açúcar (flor, frutas ou solução de glicose) aos mosquitos durante 14 dias (tempo de desenvolvimento do parasita no mosquito).

 

Acção dos açúcares naturais sobre as relações entre mosquito e o parasita

As observações microscópicas combinadas com modelos epidemiológicos revelaram que o fornecimento de açúcares naturais influenciou significativamente no desenvolvimento do parasita, na fertilidade e longevidade do mosquito. Assim, os mosquitos alimentados com néctar T. neriifolia reduziram a sua capacidade de transmitir a malária em 30 %, enquanto que os alimentados com néctar L. microcarpa e com néctar B. lupilina aumentaram a capacidade de transmissão em 30 % e 40 %, respectivamente. 

 

Novas estratégias na luta contra a malária

O estudo mostra, pela primeira vez, que as fontes naturais de açúcares podem modular as relações portadores-patogênicos. Os mecanismos de acção ainda são desconhecidos, mas os investigadores sugerem que os compostos metabólitos secundários tóxicos para o parasita poderiam estar envolvidos. 

As investigações prosseguem sobre uma ampla gama de plantas, a fim de identificar espécies de plantas que podem impedir a transmissão do parasita. Os investigadores também perspectivam estudos adicionais relativos às preferências comportamentais dos mosquitos (saudáveis e infectados) para plantas com diferentes propriedades antiparasitárias. Estes resultados sugerem novas estratégias na luta contra a malária, como a plantação de espécies vegetais que afectem negativamente a capacidade transmissora dos mosquitos.

 

Artigo original publicado pelo CNRS (em françês):

http://www2.cnrs.fr/sites/communique/fichier/cp_nectar_fleurs_paludisme.pdf

 

Contactos

  • Investigadores 

Thierry Lefèvre 

Chercheur CNRS em accueil à l'IRD (BurkinaFaso)

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Tel: +226 72 82 83 55

 

Domonbabele Hien,

Doctorant à l'IRD et à l'IRSS (Burkina Faso)

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Tel: +226 71 90 38 70 

 

  • Service presse IRD

Cristelle Duos

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

T : 04 91 99 94 87

 

Para mais detalhes

D. Hien, K. R. Dabiré, B. Roche, A. Diabaté, S. R. Yerbanga, A. Cohuet, B. K. Yameogo, L-C. Gouagna, R. J. Hopkins, G. A. Ouadraogo, F. Simard, J-B Ouadraogo, R. Ignell, T. Lefèvre. Plant-mediated effects on mosquito capacity to transmit human malaria, PLOS Pathogens, 2016.

http://journals.plos.org/plospathogens/

DOI :10.1371/journal.ppat.1005773.s011

 

Parceiros implicados no estudo

  • Maladies infectieuses et vecteurs: écologie, génétique, évolution et contrôle (MIVEGEC, IRD/CNRS/Université de Montpellier)
  • Institut de recherche em sciences de la santé (IRSS, Bobo-Dioulasso, Burkina Faso)
  • Unité de modélisation mathématique et informatique de systèmes complexes (UMMISCO, IRD / Université Cadi Ayyad de Marrakech/ Université Cheikh Anta Diop de Dakar/ Université Gaston Berger de Saint-Louis (Sénégal)/ Université Pierre et Marie Curie - Paris 6/ Université de Yaoundé I/ Hanoi University of Science and Technology)
  • Université Polytechnique de Bobo Dioulasso (Burkina Faso)
  • Université de Greenwich (Angleterre)
  • Université desSciencesAgricoles d’Alnarp (Suède)

 

Ler mais ...

Os Crimes Cibernéticos na Era Digital: Uma Ameaça Global

Fruto dos avanços tecnológicos sem precedentes e de um mundo cada vez mais digital, com o andar do tempo, a força de trabalho humana tem sido substituída por máquinas inteligentes capazes de executar tarefas anteriormente reservadas a humanos. O mundo digital quebrou a noção de tempo-espaço, pois permite a interacção a qualquer momento e lugar. Mas há um risco! 

A Internet, sistemas de redes de computadores interligados, tanto pode ser um caminho aberto para o alcance de inúmeros objectivos, desde o trabalho ao lazer, como pode ser uma porta aberta para vitimizar os seus usuários. Neste último caso, falamos especificamente dos crimes cibernéticos.

Os crimes cibernéticos são reais e eminentes, o seu resultado pode ser nefasto e, muitas vezes, de abrangência mundial. As questões que aqui se colocam são: até que ponto se fala sobre os crimes cibernéticos em Angola? Qual é a real situação destes crimes em Angola?

Foi no intuito de reflectir sobre estes tipos de crimes que no passado dia 3 de Agosto de 2016 se realizou no Centro Tecnológico Nacional tutelado, pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, mais uma edição do Café com Ciência e Tecnologia sob o tema “Os crimes cibernéticos e as sociedades actuais” com o prelector Dr. Tunga Pinto (de pé na foto), doutorando em Tecnologias de Informação, especialização em Ataques Cibernéticos de Negação de Serviços (DDoS Attack) pela Universidade de Cape Town da República da África do Sul. 

Numa palestra com participantes de áreas afins, o Dr. Pinto usou o seu conhecimento para chamar a atenção das formas de ataques cibernéticos, explicando que os mesmos podem ocorrer de forma silenciosa (sem alarmes e sem vestígios), precisa (personalizados, usando códigos específicos e tirando vantagem sobre fraquezas tecnológicas e humanas) e patrocinada (por governos, empresas concorrentes, empresas de hacking o ainda grupos terroristas). “As principais motivações destas práticas estão relacionadas, na sua maioria, com questões governamentais e com a prática deliberada de hackismo” frisou.

Esclareceu, assim, aos participantes, que os crimes cibernéticos obedecem normalmente a quatro (4) mecanismos de acção:

  • Interrupção - onde o fluxo normal da mensagem é interrompido, impossibilitando que a informação chegue ao destino (negação de serviço);
  • Interceptação - onde uma parte não autorizada obtém acesso à informação (violação de revelação não autorizada de informação);
  • Modificação - onde uma parte não autorizada modifica a informação recebida da origem e transmite-a para o verdadeiro destino (violação de modificação não autorizada de informação);
  • Personificação - caso em que a entidade não autorizada transmite uma mensagem maliciosa pela rede, passando-se por uma parte autêntica.

Segundo o Relatório sobre Ameaças de Segurança na Internet da empresa americana Symantec, 556 milhões de pessoas são vítimas de crimes cibernéticos anualmente, 1.5 milhões de pessoas por dia e 18 pessoas por segundo.

 

Escrito por:

Antónia Djamila e Osvaldo Estrela

Ler mais ...

MINCT Realiza 4ª Edição das Antecâmaras da Feira do Inventor/Criador Angolano das Províncias do Bengo e de Luanda

  • Publicado em Eventos

O Ministério da Ciência e Tecnologia (MINCT), no âmbito da implementação dos programas de Promoção da Cultura Científica e de Transferência de Tecnologia e Empreendedorismo de Base Tecnológica, tem vindo a desenvolver acções que visem elevar a Cultura Científica, Tecnológica e de Inovação da população em geral e dos diferentes actores do Sistema Nacional de Ciência Tecnologia e Inovação de Angola.

Para o efeito, este Departamento Ministerial realiza desde 2013 as Antecâmaras da Feira do Inventor/Criador Angolano, como actividades que antecedem as Feiras do Inventor/Criador Angolano. Têm-se, nestes eventos nacionais, descoberto verdadeiros talentos que representam o País em Eventos Internacionais similares, com particular destaque para a Feira Internacional de Ideias-Invenções e Novos Productos e a Feira Internacional do Inventor que se realizam anualmente na República Federal da Alemanha – Nuremberg, e na Confederação Suíça – Genebra, respectivamente, de onde se tem conquistado méritos de elevado significado para o país.

Nesta etapa final da realização da 4ª Edição das Antecâmaras da Feira do Inventor/Criador Angolano, 14 das 18 províncias já elegeram os seus melhores trabalhos. 

As províncias de Bengo e Luanda fá-lo-ão no dia 20 de Agosto 2016 (Sábado), das 10:00 às 17:00 horas, no Parque Adjacente ao Auditório General Foguetão, na Açucareira, Município do Dande, província do Bengo, restando apenas as províncias do Bié e Cuanza Sul.

Participam nas Antecâmaras da Feira do Inventor/Criador Angolano Instituições de Ensino Superior, Ensino Geral, Instituições de Investigação Cientifica, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, empresas, bem como os cidadãos em geral (Freelancers), com projectos enquadrados nas diferentes áreas do saber.

Cerca de 70 expositores já garantiram a sua participação. Os stands com cerca de 2 m2 de área são grátis. 

 

Para mais informações contacte a comissão organizadora:

T1: 924360200

T2: 92436019

T3: 924360239

T4: 924360199

 

Ler mais ...

CTN e Universidade da Namíbia realizam 1º Seminário de Treinamento sobre a Cultura de Cogumelo

  • Publicado em Eventos

A segurança alimentar e nutricional é, na esfera dos objectivos definidos na Política Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (PNCTI) e na sua estratégia de implementação, um dos elementos de extrema importância no combate à pobreza e na melhoria da qualidade de vida dos cidadãos.

Assim, o Centro Tecnológico Nacional (CTN), tutelado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, e Universidade da Namíbia realizarão de 15 a 19 de Agosto de 2016, na Província do Cuanza Sul, município da Quibala, na Escola Técnica Agrária de Catofe, o 1º Seminário de Treinamento sobre a Cultura de Cogumelo.

São convidados para o evento agricultores, Centros de Investigação Cientifica, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, Empresas e actores da sociedade em geral. 

 

Para mais informações:

924360232 (Eunice Pires)

924360321 (Hilário Gomes)

924360239 (Wilson Soares)

931521546 (Manália)

Ler mais ...

Abertura de Curso de Gestão e Execução de Projetos de Inovação Tecnológica

Com o objectivo de promover o conhecimento sobre os processos de inovação, a sua aplicação e gestão nas empresas, a Fundação para o Desenvolvimento Tecnológico da Engenharia do Brasil realizará a 1 de Outubro do ano em curso mais uma edição do curso de Gerenciamento e Execução de Projetos de Inovação Tecnológica (GEPIT - 3ºTURMA).  

O GEPIT - 3º turma divide-se em duas partes: uma sobre Conceito, Contexto e Sistema de Apoio, outra sobre a Prática da Inovação. Assim propõe-se, com este curso, munir os participantes com ferramentas e técnicas que os levem a pensar de modo diferenciado, potencializando a sua criatividade em empreender. Pois, para que os projetos sejam desenvolvidos sob a óptica da inovação, é preciso deixar de lado todos os preconceitos de desenvolvimento de projeto e estabelecer uma nova maneira de entender o cenário, contextualizar a ideia e torná-la viável.

 

Destinatários

Profissionais com curso superior completo com actuação nas seguintes áreas:

  • Desenvolvimento de produtos, processos ou serviços;
  • Gestão de Projetos;
  • Gestão de Empresas Incubadas.

 

Período de inscrições

  • Até 15 de Setembro de 2016

 

Valor

  • R$ 3.000 (aproximadamente 960 USD) pagáveis em seis (6) prestações.

 

Duração

  • 7 meses

 

As aulas 

O GEPIT 3º turma utiliza a metodologia de ensino à distância (EAD) no regime semi-presencial.

Carga horária: 204 horas divididas da seguinte forma:

  • 80H de actividades orientadas e realizadas à distância;
  • 60H de vídeo-aulas com professores vinculados à Agência da Universidade de São Paulo (USP) de Inovação, exercícios e materiais complementares;
  • 40H presenciais: 20H de aulas expositivas + 20H de atividades orientadas;
  • 24H de visitas técnicas a outras empresas / estudos de casos.

 

Local

  • Auditório da Agência USP de Inovação, Av. Torres de Oliveira, 76 - Jaguaré, São Paulo, Brasil. (Esquina com a Av. Escola Politécnica, próximo à portaria 2 do Campus da USP)

 

Para mais informações:

http://www.fdte.org.br/Cursos/Detalhe/69

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Ler mais ...

Programa SANBIO/BIOFISA II Lança Segunda Chamada para Tecnologias Inovadoras

O Programa NEPAD SANBIO/BioFISA II convida inovadores da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) a apresentarem candidaturas a bolsas de investigação para projectos inovadores nos domínios da Saúde Humana e Animal (Projectos “Flagship”) e da nutrição (Projectos “Seed”).

Os candidatos elegíveis incluem Instituições de Investigação Científica, Instituições de Ensino Superior, Pequenas, Médias e Grandes Empresas, envolvidas na cadeia de inovação em Saúde Humana Animal e em Nutrição.

 

Prazo para submissão de propostas

  • Até 31 de Agosto de 2016 às 24:00 (GMT +2)

 

Projectos "Seed" 

Montante máximo do financiamento: Até 1 milhão de Randes por projecto.

Duração máxima: 18 meses

 

Projectos "Flagship" 

Montante máximo do financiamento: 4.5 milhões de Randes por projecto.

Duração máxima: 24 meses

 

Para mais informações:

http://www.nepadsanbio.org/grants/seed-grants-2nd-call.html

http://www.nepadsanbio.org/grants/flagship-grants-2nd-call.html

 

Ler mais ...
Assinar este feed RSS

Links Úteis

Links Externos

Contactos

Redes Sociais