Erro
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 265
Menu

Ministra da Ciência e Tecnologia realça importância das TIC na Educação

As novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) buscam maior dinamização das metodologias de alfabetização e pós-alfabetização, segundo disse, sexta-feira, em Luanda, a Ministra da Ciência e Tecnologia, Maria Cândida Pereira Teixeira. 

A governante fez estas considerações durante uma palestra sob o tema “Importância de Educação, Ciência e uso de novas Tecnologias no Contexto Angolano”, no âmbito das comemorações do 31 de Julho, Dia da Mulher Africana.

Sublinhou que o Ministério está a preparar, em parceria com a Unesco, um projecto - piloto designado “Centros Comunitários de Aprendizagem para o Desenvolvimento”, em cujo âmbito poderão ser ensaiadas experiências-piloto de alfabetização e pós-alfabetização com recurso às TIC, nas cidades de Luanda e Huambo.

Frisou, por seu lado, que a aplicação das novas tecnologias tem incidência no desenvolvimento das mulheres, em cuja virtude, estes pressupostos podem também aumentar o interesse das jovens pelas aulas, reduzindo a fuga à escola e elevando as taxas de inclusão, o que contribui para o pleno desenvolvimento sócio - económico do país. 

Lembrou que a Internet tem se tornado o suporte mais usual, onde a informação circula mais rápido e eficaz, estando instituído o uso das TIC nos currículos do Ensino de Base. 

Acrescentou ainda que as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC)  exercem um papel relevante no sistema educativo do país, proporcionando novos objectivos para a educação. Daqui emerge uma sociedade de informação mais inclusiva e criam-se as condições para o pleno exercício de uma cidadania participativa, crítica, interventiva e que valoriza o trabalho cooperativo.

Avançou também que o número de mulheres que se dedicam à ciência e à investigação científica tem vindo a crescer substancialmente em todo o país.

De acordo com Maria Cândida Teixeira, o seu Ministério da Ciência e Tecnologia  tem como missão, propor a formulação, condução, execução e controlo da política do executivo no âmbito das TIC.

Realçou que a mulher tem consciência das tarefas e responsabilidades, tanto no contexto social, como no económico, para que a sua actuação na igualdade do género se concretize, principalmente na educação e na transmissão de valores éticos e morais na construção de famílias.

O Dia da Mulher Africana foi adoptado durante uma conferência continental, em 31 de Julho de 1962, um evento juntou 14 países e 8 movimentos de libertação nacional, em Dar-Es-Salaam, na Tanzânia. 

 

Fonte: Angop

Ler mais ...
Assinar este feed RSS

Links Úteis

Links Externos

Contactos

Redes Sociais