Menu

MESCTI Realizou Conselho Nacional do Ensino Superior e Conselho Nacional de Ciência Tecnologia e Inovação

 

O Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI) realizou no Hotel de Convenções de Talatona em Luanda, nos dias 11 e 12 de Dezembro, o Conselho Nacional do Ensino Superior (CNES) e o Conselho Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (CNCTI), respectivamente.

De acordo com o Estatuto Orgânico do MESCTI, o CNES é o órgão de consulta da Ministra para análise das principais questões relativas ao desenvolvimento do ensino superior. Por sua vez, o CNCTI é o órgão multidisciplinar e multissectorial de consulta da Ministra, para análise das políticas e programas de fomento e promoção de investigação científica, desenvolvimento tecnológico e inovação.

Os Conselhos realizados contaram com a participação dos Magníficos Reitores, dos Directores Gerais e Gestores das diferentes instituições de ensino superior e de investigação científica públicas e privadas, bem como com quadros do MESCTI e outros distintos convidados.

O CNES teve a seguinte ordem de trabalho: 

  • Quadro actual de desenvolvimento das Instituições de Ensino Superior;
  • Avaliação dos Docentes e Investigadores: Experiencia da Faculdade de Engenharia da Universidade Agostinho Neto;
  • Rankings das Instituições de Ensino Superior;
  • Reformulação das Regiões Académicas;
  • Ingresso no Ensino Superior.

O CNCTI teve como pontos da agenda os seguintes: 

  • Quadro actual do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação:

- Ponto de Situação da CTI em Angola;

- Resultados do IIº Inquérito Nacional da CTI.

  • Avaliação das Instituições de Investigação Cientifica, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação e seus Actores;
  • Estratégia de Divulgação da Ciência.

Após cada apresentação ocorreu um debate extremamente interessante, tendo o MESCTI tomado nota das várias preocupações/recomendações apresentadas. 

 

1 comentário

  • Pero Kavela

    O ensino superior em Angola precisa afinar melhor os mecanismos de Supervisão Pedagógica, inspecção das acções administrativas, cadastrar para controlo, seguimento e posterior reconhecimento dos docentes em Pos-Graduacao em território nacional e no exterior. Outrossim, criar uma plataforma dinâmica e pro activa para cooperações e intercâmbios nas áreas de ensino, investigação, inovação e extensão universitária.

    Reportar

Deixe um comentário

Caro utilizador, dada a ocorrência de alguns abusos, os comentários são primeiro aprovados (até 48 horas) e só depois serão publicados no portal. Ou seja, não escreva o mesmo comentário várias vezes. Obrigado pela compreensão.

voltar ao topo

Links Úteis

Links Externos

Contactos

Redes Sociais