Menu

A Mecatrónica está entranhada nas nossas vidas

 

De que modo? É só olharmos para a importância que tem para nós, uma máquina de lavar roupa ou mesmo um aparelho de ar condicionado nas nossas casas, em tempo de calor.

A Mecatrónica é um ramo da ciência que relaciona técnicas ou as especialidades, como a mecânica, a electrónica com as ciências da computação, de forma integrada e concorrente. “Uma combinação, para ser concorrente, deve extrair o que há de mais adequado, em cada uma das áreas, de forma que o resultado final não seja a soma das especialidades, mas sim a sinergia entre elas”, estas foram as palavras do Mestre em Electrotécnia e docente da Universidade Metodista de Angola Professor Paulo Guertt Tati Barros nesta 5ª edição do ano de 2016 do “Café com Ciência e Tecnologia”, realizado nesta quarta feira, (04/05), no Centro Tecnológico Nacional (CTN), do Ministério da Ciência e Tecnologia.

Durante a exposição, o prelector falou ainda da importância de sensores e actuadores de eletromecânica utilizados no controlo e acionamento de máquinas no sector industrial, frisando que após o desenvolvimento de circuitos integrados houve um avanço considerável sobre os microcontroladores.

Falando perante uma plateia constituída de estudantes, investigadores e parceiros do Ministério da Ciência e Tecnologia, o Professor Paulo Tati Barros destacou também a problemática do ensino da mecatrónica em Angola, principalmente a nível superior. Segundo ele, constata-se que desde o ano de 2012 até hoje só  temos 108 engenheiros mecatrónicos graduados pela Universidade Metodista de Angola.

A instituição de ensino superior privado pretende, desta forma, “formar profissionais habilitados a exercer a sua actividade com rigor científico de forma a torná­los autónomos e autosustentados”, diz Paulo Guertt Tati Barros.

Outro prelector do Café com Ciência e Tecnologia deste mês de Maio foi o  Engenheiro de Telecomunicações, Orféu Teixeira Trindade, que foi convidado a falar sobre a “Robótica e sua utilidade na Indústria – da Ideia ao Protótipo”

Orféu Teixeira Trindade, disse que “hoje em dia, sem a mecatrónica, o processo de produção industrial seria muito arcaico e pouco seguro”. Conforme referiu “a identificação das carências existentes na sociedade, o estudo das soluções para essas carências e a adaptação destas soluções à realidade do país, bem como os seus meios de realização, são os pontos chave para a execução de uma prototipagem para a então posterior industrialização destes protótipos”.

Numa fase em que o país abraça o desafio de diversificar a sua economia, diz Orféu Trindade que se torna urgente reforçar a importância da área científica em sector como  da saúde, com a criação de próteses automáticas, ou mesmo noutros domínios como da geologia, a criação de drones para desminagem. Os drones teriam também uma alta utilidade na monitorização de cabos de alta tensão em Angola, onde os factores de distribuição de energia eléctrica estão a viver cirecunstânmcia particularmente desafiadores.  O Também colaborador do CTN, destacou que está em andamento, em Angola, através do Centro, de um projecto do robô explorador.

Os projectos na área da Mecatrónica são os mais frequentes nas Feiras do Inventor/Criador Angolano, realizadas anualmente  pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, isto pelo facto de estar a crescer de modo considerável o seu interesse junto dos investigadores angolanos,.

Como moderador desta sessão o Professor Doutor Ricardo Queirós rematou que todo o processo de partilha de conhecimento (teoria) à prática, por mais que nos levem ao questionamento da substituição do esforço humano às máquinas é primordial a intervenção do ser pensante para a actuação destas, o que complementa a associação “Ideia – Protótipo – Industrialização”.

Daí que, a Mecatrónica confere por si só uma avalanche de resultados produtivos a curto prazo nos dias actuais. E como diria e bem Orfeu Teixeira Trindade “Mecatrónica é o futuro”.

 

Antónia Djamila

 

Ler mais ...
Assinar este feed RSS

Links Úteis

Links Externos

Contactos

Redes Sociais