Menu

Mantêm -se abertos registos para a Conferência eChallenges de Belfast sobre TIC.

A Direcção Nacional de Avaliação e Acreditação do Ministério da Ciência e Tecnologia vem junto dos actores do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação encorajar a todos a aderirem à 24ª Conferência Anual eChallenges e-2014, a ter lugar no Hotel Hilton Templepatrick, Belfast, Irelanda do Norte, nos dias 29 e 30 de Outubro.

O registo de conferencistas está aberto até ao dia 20 de Outubro de 2014.

A Conferência que vai debater os actuais desafios das TIC tem por objectivo garantir uma oportunidade para o debate sobre o Programa Horizonte 2020,  bem como dar a conhecer, mediante artigos técnicos e  apresentação de políticas de estratégias, o que de potencial existe para a consolidação do referido Programa, tendo em vista a exploração sustentável dos recursos técnicos e tecnológicos ao serviço da humanidade.

Angola é país membro do consórcio IST- Africa e nesta qualidade, o Ministério Angolano da Ciência e Tecnologia tem todo interesse em promover as condições para a participação de todos actores nacionais do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação. 

O evento está norteado de uma grande expectativa. Destaque para temas como a Computação em Nuvem, a Cooperação Internacional, a Governação Electrónica, a Saúde Electrónica, a Gestão Semântica da Informação, a Gestão da Segurança e Identidade, as Aplicações em Móveis, a Tecnologia de Aprendizagem Assistida, entre outros vão dominar o evento.

A Conferência de Belfast pretende reunir representantes seniores de organizações públicas, privadas, de educação e de investigação de reconhecida capacidade em todo o mundo, configurando-se numa soberba oportunidade  para troca de conhecimentos e experiências.

É Financiada pela Comissão Europeia, e  tecnicamente suportada pela Sociedade de Computação do Reino Unido e Irlanda e Implicações Sociais dos Capítulos da Sociedade Tecnológica (IEEE).

Na última conferência realizada nas Ilhas Maurícias, em Maio de 2014, Angola participou com um docente da Universidade Agostinho Neto que apresentou uma comunicação sobre os actuais desafios da exploração das TIC.

Para mais informações consultar o sitio do evento em http://www.echallenges.org/e2014

 

Ler mais ...

MINCT - Fomentar a Ciência e a Tecnologia com vista ao desenvolvimento

A Ministra da Ciência e Tecnologia, Cândida Teixeira  pediu recente, em Luanda, uma maior atenção das Direcções Provinciais de Educação, Ciência e Tecnologia, às questões do domínio da Ciência e Tecnologia.

Cândida Teixeira falava no fim do II Conselho Consultivo do Ministério da Ciência e Tecnologia que teve lugar no Hotel Convenções de Talatona, em Luanda e que juntou, dentre outras entidades, vice-governadores de província. 

“Sabemos que esta aglutinação de representação do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência e Tecnologia numa só Direcção Provincial encerra em si uma certa complexidade, na medida em que, como todos nós compreendemos, existe uma certa prioridade para as questões do domínio da Educação”, disse a dado passo.

Segundo a governante, “só se poderá falar em desenvolvimento de um país na medida em que as diferentes áreas da ciência, da tecnologia e da inovação merecem ter um justo destaque, numa perspectiva homogénea, concorrendo positivamente com os demais domínios da vida nacional e isto é o que se pretende.”

Deixou claro que o domínio ministerial da Ciência e da Tecnologia é uma realidade relativamente nova no nosso país e que, por conseguinte, torna-se urgente promover a cultura do interesse pelas ciências, tecnologia e inovação. 

Durante o seu discurso de encerramento do II Conselho Consultivo, a Ministra Maria Cândida Teixeira anunciou para 2015, a realização de uma série de mesas redondas com os Governos provinciais para debater as condições com vista ao fomento da Ciência, Tecnologia e Inovação.

 

Alexandre Cose

Ler mais ...

Ministério da Ciência e Tecnologia promove projecto educativo nas escolas do Bié

O Ministério da Ciência e Tecnologia (MINCT) procedeu na quinta-feira, 26/09, na cidade do Cuito, província do Bié, ao lançamento do projecto "Uma viagem ao Mundo da Ciência, Tecnologia e Inovação", destinado a cerca de quatro mil e 500 estudantes de seis escolas da região

O lançamento do projecto desenvolvido pela “The Bridge Angola” e que visa sensibilizar os jovens para o estudo das áreas científicas aconteceu na Escola nº 314 do I ciclo do ensino secundário.

O programa sociocultural integra a apresentação de peças teatrais de maneira a despertar aos alunos o interesse nas áreas das ciências e tecnologias como opções de carreiras muito válidas.

Na ocasião, o coordenar do projecto afecto ao Ministério da Ciência e Tecnologia, Francisco Azevedo Coutinho, sublinhou que a ideia consiste ainda fazer com que os alunos saibam escolher as ciências exatas, como Matemática, Física, Biologia e Química.

O responsável afirmou que o Ministério pretende promover nos alunos um maior conhecimento nas áreas das ciências e da tecnologia, bem como sensibilizá-los para optarem por estas áreas científicas muito embora, disse, haver jovens interessados em escolher profissões nas distintas áreas das ciências, de modo a contribuir para o engrandecimento do país.

O projecto, que já passou pelas províncias de Luanda, Benguela, Lundas Sul, Lunda Norte, Malanje, Cabinda, Zaire, Uíge e Huambo, irá abranger 200 escolas em 18 provinciais do país, num total de 100 mil alunos com mais de 11 anos de idade, assim como quatro mil docentes das escolas seleccionadas pelo Ministério da Educação.

Entretanto, o vice-governador para a esfera Política e Social, Carlos Ulombe da Silva, enalteceu a efectivação do programa do Ministério da Ciência e Tecnologia, acrescentando que a iniciativa irá contribuir para a formação integral dos alunos.

Durante o evento, os alunos foram agraciados com merenda escolar e materiais didácticos, enquanto os professores beneficiaram materiais pedagógicos que lhes facilitará na descoberta de inclinações dos alunos nas áreas de Matemática, Física, Química e Bilogia.

 

Fonte: Angop

 

 

 

 

Ler mais ...

MINCT - Mecanismo de coordenação define regras para investigação científica

O Mecanismo de Coordenação do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação define os princípios e regras das instituições de investigação científica, desenvolvimento tecnológico e inovação visando a promoção e avaliação das suas actividades, segundo revelou o director-geral do Centro Tecnológico Nacional, Gabriel Miguel. 

Em declarações à imprensa a margem do seminário sobre "Os documentos reitores e preparação do Plano Anual de Ciência, Tecnologia e Inovação (PLANCTI) 2015/2016", que decorreu quarta-feira em Luanda, o responsável disse que este documento faz parte da Política Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, a par da Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação

Segundo Gabriel Miguel, que fez a apresentação do referido mecanismo no encontro, o essencial é a existência de um documento que possibilita uma maior coordenação de ciência, tecnologia e inovação.

De acordo com ele, havia uma série de instituições que actuavam na área de ciência, tecnologia e inovação sem coordenação entre si e este documento vem colmatar esta lacuna.

Segundo os documentos reitores do sector, a actividade científica e tecnológica é a descoberta, criação, melhoria, aplicação e difusão de novos conhecimentos ou de novas tecnologias sobre a natureza, sociedade e pensamento com a visão de dar soluções a problemas concretos.

O programa do Governo no domínio da Ciência, Tecnologia e Inovação (CTI) tem orientado as suas principais acções visando o reforço da capacidade de investigação científica, desenvolvimento e inovação. 

A politica estabelece nove áreas de incidência nomeadamente, Educação (cultura e formação profissional), Ensino superior, Agricultura e Pescas, Telecomunicações e tecnologia de informação, Indústria(petróleo, gás e recursos minerais), Saúde, Recursos Hídricos, Energia e Ambiente.

Os diplomas  dão particular enfoque ao combate à pobreza e a melhoria das condições de vida e bem-estar da população angolana.

 

Fonte: ANGOP

Ler mais ...

Facebook quer a sua opinião sobre os seus anúncios

Hoje em dia, quase todos os serviços gratuitos na internet são acompanhados por uma boa dose de publicidade. O Facebook tem tentado filtrar os anúncios indesejados por algum tempo, mas agora ele vai começar a utilizar um novo método.

O Facebook quer saber o porquê de não se gostar de um anúncio.

A partir de agora, sempre que os utilizadores selecionarem o “Eu não quero ver isto” em qualquer ads do feed de notícias, o Facebook irá perguntar o porquê de não querer ver o anúncio. A rede social dará aos utilizadores cinco opções de resposta para utilizar os dados para ajustar a distribuição de anúncios, em conformidade.

 

Por Daniel Godinho, em http://www.tecnologia.com.pt

Ler mais ...

Seminário sobre Documentos Reitores de CTI e preparação do PLANCTI 2015/2016

No cumprimento do seu Plano de Acção referente a 2014, o Ministério da Ciência e Tecnologia (MINCT) realizou no dia 24 de Setembro, 4ª feira, no auditório Maria do Carmo Medina da Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto, em Luanda, um seminário de capacitação sobre os “Documentos Reitores e Preparação do Plano Anual de Ciência, Tecnologia e Inovação - 2015/2016”, destinado aos Directores Provinciais, Representantes dos Governos Provinciais, dos Departamentos Ministeriais, instituições de investigação científica e desenvolvimento tecnológico, instituições de ensino superior, Directores Nacionais e Chefes de Departamento do MINCT, investigadores do Centro Nacional de Investigação Científica e do Centro Tecnológico Nacional. 

O seminário teve como objectivo aprofundar o conhecimento sobre as linhas orientadoras em Ciência, Tecnologia e Inovação (CTI), a inserção dos Projectos de I&D no Orçamento Geral do Estado (OGE), o preenchimento de fichas de submissão de projectos e a tramitação dos Processos de Investigadores Científicos nos Concursos de Admissão e Promoção no âmbito do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, tendo contado com de 80 participantes, dos quais 11 do sexo feminino.

A Cerimonia de Abertura teve o seu início com a entoação do Hino Nacional e foi presidida pelo Prof. Dr. Eng. João Sebastião Teta, Secretário de Estado do MINCT, que esteve ladeado pelos Prof. Carlos Teixeira – Decano da Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto e do Prof. Dr. Domingos da Silva Neto, Director Nacional de Ciência e Investigação Científica.

No seu discurso de abertura, o Secretário de Estado da Ciência e Tecnologia afirmou que “o domínio dos documentos reitores da CTI vai permitir a inserção da Ciência, Tecnologia e Inovação, na Estratégia de Desenvolvimento do País, para que, a longo prazo, se edifique uma sociedade de conhecimento capaz de contribuir para o combate à pobreza e melhoria das condições de vida do cidadão, em harmonia com a natureza”. 

Afirmou também, que o Plano Anual de Ciência, Tecnologia e Inovação (PLANCTI) visa constituir uma agenda para a execução da Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, a nível nacional, pelos actores fundamentais do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (SNCTI) na materialização dos objectivos da PNCTI, para que se cumpram com os pressupostos da visão e missão do Executivo de Angola, em matéria de CTI)”. 

Mais adiante referiu ainda que “a ideia de realização deste seminário surgiu como consequência do trabalho desenvolvido pelo Conselho Científico Ad-hoc que avaliou os Projectos de I&D no PLANCTI 2014/2015, tendo constatado um baixo nível de elaboração dos mesmos”.

Na parte final da sua intervenção sublinhou, que “este seminário faz parte de um dos muitos passos que o Ministério da Ciência e Tecnologia está a dar, rumo à implementação e fortalecimento do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação”. 

No final dos trabalhos, os participantes foram unânimes em recomendar que este tipo de seminários fosse doravante replicado em muitas outras instituições de ensino superior, investigação cientifica e desenvolvimento tecnológico, de forma a envolver melhor os investigadores científicos nas actividades de I&D.

Recomendou-se ainda, que os conteúdos administrados durante este seminários pudessem ser organizados como um módulo para os cursos de pós-graduação, que neste momento decorrem na FD-UAN e outras instituições de ensino superior.

Este seminário encerrou por volta das 16h com uma breve intervenção do Decano da Faculdade de Direito, Dr. Carlos Teixeira, que ressaltou a pertinência deste seminário, seguida de breves palavras de circunstância do Director Geral do Centro Tecnológico Nacional (CTN), Prof. Dr. Gabriel Luís Miguel, que no final declarou o encerramento da actividade.

 

 

Centro de Documentação e Informação do MINCT, em Luanda, aos 25 de Setembro  2014.

 

 

Ler mais ...
Assinar este feed RSS

Links Úteis

Links Externos

Contactos

Redes Sociais