Menu

Ciencia.ao - Itens filtrados por data: março 2022

Oportunidade: Formação Internacional sobre Segurança Alimentar e Tecnologia em Tempo de Mudança Global - Candidaturas até 14 de Abril de 2022

A Embaixada do Estado de Israel na República de Angola em colaboração com o Centro de Cooperação Internacional do Ministério das Relações Exteriores (MASHAV) informa que estão abertas inscrições para a formação internacional sobre: Feeding the Future: Food Safety and Technology in time of Global Change - Alimentando o Futuro: Segurança Alimentar e Tecnologia em Tempo de Mudança Global.
 
O curso será em Inglês e decorrerá em Israel de 19 de Junho a 07 de Julho de 2022. As inscrições para este curso estão abertas até o dia 14 de Abril de 2022.
 
Aos candidatos selecionados será oferecida, pelo Governo de Israel, uma bolsa de estudos que inclui pensão completa (estadia e alimentação) e seguro médico durante o período do curso. Ao estudante caberá suportar os custos de transporte aéreo, bem como, quaisquer despesas pessoais.
 
Os interessados em obter mais informações devem enviar um e-mail para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..
 
 
 
Ler mais ...

Programa UNI.AO: Candidaturas Abertas para Especialistas lusófonos na área do ensino superior (M/F)

O programa UNI.AO pretende identificar especialistas na área do ensino superior que possam ser mobilizados ao longo do programa no âmbito de missões de médio/longo prazo ou remotas.

Os especialistas são convidados a enviar candidaturas se o perfil corresponder a um ou mais dos critérios abaixo.

  • Apoio à concepção, criação, implantação e gestão de cursos de pós-graduação (especialização, mestrado e doutorado);
  • Desenvolvimento curricular;
  • Implementação de sistemas de informação nas IES (instituições de ensino superior) e gestão da informação nas IES;
  • Criação e gestão de centros de pesquisa;
  • Elaboração de respostas a convites internacionais à apresentação de propostas e formação nesta área;
  • Apoio à criação de redes científicas internacionais;
  • Gestão de recursos humanos no ensino superior;
  • Formação de quadros dirigentes e técnicos do ensino superior;
  • Definição e apoio à institucionalização do diálogo público-privado;
  • Formação pedagógica e técnica de formadores em diferentes sectores:
  • Agricultura, agro-alimentar, pesca e indústria alimentar, construção, saúde (saúde ambiental, técnico de laboratório, etc.), educação, ambiente/resíduos (energias renováveis, gestão ambiental, qualidade controle, etc.), transporte/logística, hotelaria/turismo, engenharia, oficinas mecânicas (mecânica de veículos, eletromecânica, mecânica de refrigeração, movimentação, metalurgia, sistema elétrico, etc.), informática e comunicações, computadores.
  • Formação de gestores de centros de investigação (gestão da qualidade, equipamentos, oficinas, etc.);
  • Definição e implementação de ações de comunicação na área do ensino superior;
  • Definição e acompanhamento da implementação dos sistemas de formação profissional (estágios, aprendizagem, formação trabalho-estudo, financiamento da formação profissional, etc.);
  • Apoio a unidades de apoio ao emprego (escolas técnicas, centros de formação) ao nível local de pessoas formadas (metodologia, recolha e divulgação de informação, promoção do empreendedorismo, etc.)

 

Descrição do Projecto

O Programa de Apoio ao Ensino Superior - UNI.AO é um programa de cooperação técnica implementado pela Expertise France e financiado pela União Europeia que visa apoiar o subsistema de ensino superior angolano na produção de conhecimento e inovação, com fundos de investigação para a criação de novos cursos de pós-graduação cursos em áreas estratégicas para o desenvolvimento do país.

O programa UNI.AO visa melhorar o desempenho dos alunos de pós-graduação através da implementação de atividades nos níveis de 1/ subsetor do ensino superior, 2/ instituições de ensino superior (IES) e 3/ os indivíduos, especialmente aquelas categorias da população excluída da pós-graduação.

O programa tem uma duração de 5 anos (2019-2024). Para uma apresentação completa do programa, consulte https://www.ciencia.ao/projectos-mescti/uni-ao. Para acompanhar as actividades e oportunidades do programa, acesse https://www.facebook.com/programauniao e https://www.linkedin.com/company/uni-ao/.

Para determinadas actividades realizadas com IES, o programa prevê um apoio específico e  esforço de capacitação, através de um sistema de mentoria que visa ajudar as equipas das IES na gestão dos seus projetos realizados no âmbito da UNI.AO. Mais especificamente, isso envolve:

  • Criação de cursos de pós-graduação (especializações, mestrados e doutorados).
  • Promoção da internacionalização das IES e sua inserção nas redes científicas internacionais.
  • Promoção da articulação entre as IES e o tecido económico regional (fóruns, eventos, campanhas de promoção de parcerias público-privadas) e ações de divulgação universitária.
  • Actividades destinadas a uma maior igualdade no acesso aos diplomas e progressão na carreira para grupos vulneráveis: acções de sensibilização e bolsas inclusivas.

 

Perfil Desejado

Qualificações e habilidades

- Formação superior em gestão, economia, engenharia de formação ou qualquer outra área relevante.
- Concepção de programas de formação e investigação e/ou apoio à sua implementação no âmbito da universidade onde trabalha.
- Acompanhamento de administrações públicas e/ou privadas no sector do ensino superior em Angola e/ou no estrangeiro.
- Excelentes habilidades de escrita, escuta e habilidades de animação.
- Experiências de trabalho em África.
- Capacidade de trabalhar em equipa, grande capacidade de escuta e bom relacionamento interpessoal.
- Domínio da língua portuguesa.
- Conhecimento da(s) língua(s) francesa(s) e/ou inglesa(s) será apreciado.

Experiência de trabalho
- 5-10 anos de experiência de trabalho exigida em pelo menos um dos campos especificados procurados.

Experiência profissional

- Experiência profissional de 5 a 10 anos exigida em pelo menos uma das áreas especificadas pretendidas.

 

Para mais informação, aceda ao link: https://expertise-france.gestmax.fr/7656/1/expert-e-s-lusophones-dans-le-domaine-de-l-enseignement-superieur-h-f/fr_FR?backlink=search

 

Ler mais ...

Conferência Internacional alusiva às celebrações dos 60 Anos de Ensino Superior de Moçambique e Angola - Chamada para Submissão de Resumos

  • Publicado em Eventos

Em 2022, o ensino superior em Moçambique e em Angola completa sessenta (60) anos. Com efeito, decorreram seis décadas desde que os Estudos Gerais Universitários de Moçambique (EGUM) e os Estudos Gerais Universitários de Angola (EGUA) foram estabelecidos, por Decreto, a 21 de Agosto de 1962, criando, deste modo, a primeira instituição de ensino superior nas então colónias portuguesas.

As celebrações dos sessenta (60) anos do ensino superior em Moçambique e em Angola, no ano de 2022, constituem uma ocasião fundamental para os Governos destes dois (2) países mobilizarem os diversos actores da sociedade, nacionais e estrangeiros, para participarem em debates sobre as reformas da política pública do ensino superior e as consequentes acções, na busca de propostas exequíveis para responder aos principais desafios, através de conferências nacionais, regionais, internacionais, eventos virtuais e de outras modalidades, para colher o melhor da inteligência colectiva da esfera pública que, à posterior, possam ser transformadas em planos de acção concretos.

As celebrações culminarão com uma conferência internacional que terá lugar de 29 de Junho a 01 de Julho 2022, em Maputo - Moçambique, sob a égide das entidades que tutelam o ensino superior em Moçambique e em Angola, como lema “CONSOLIDAR UM ENSINO SUPERIOR DE QUALIDADE”. No entanto, como forma de manter o debate activo e inclusivo, iniciativas paralelas serão desenvolvidas pelas próprias instituições de ensino superior, nos dois (2) países, contribuindo para o alargamento das esferas de debate e das comemorações.

A comissão científica convida a todos(as) investigadores(as)/pesquisadores(as), académicos(as), estudantes e profissionais, formuladores de políticas públicas e a todos(as) os interessados(as) em participar nas celebrações dos 60 anos do ensino superior em Moçambique e Angola a submeter em resumos, artigos e panfletos sobre a evolução do conhecimento científico sobre o ensino superior em Moçambique e Angola.

O principal objectivo do evento é disseminar o conhecimento e incentivar a produção científica multidimensional facilitando a partilha de sinergias entre a academia e a sociedade em diálogos compartilhados.

Incentivamos propostas que consubstanciam estudos teóricos, empíricos, revisão da literatura ou outros com especial destaque para os processos histórico, económico, cultural, político, sócio-antropológico, e ecológicos constitutivos do desenvolvimento, desafios e perspectivas do ensino superior nos dois países, incluindo o impacto dos recentes eventos disruptivos como a Pandemia da COVID-19 e as Mudanças climáticas.

Datas Importantes:

  • Submissão de Resumos - 02.03.2022 - 12.04.2022
  • Comunicação dos Resultados da triagem dos resumos - 15.04.2022
  • Submissão de Artigos - até 15.05.2022
  • Publicação do programa final da conferência - 03.06.2022
  • Conferência - 29.06.2022 a 01.07.2022

Para mais informação faça o download do Edital: 60 Anos de Ensino Superior - Moçambique e Angola (EDITAL)

Ler mais ...

CNIC apresenta Webinar alusivo ao Março Mulher com a Dra. Paula Oliveira - Participe!!!

A promoção da igualdade e equidade de gênero tem sido uma das premissas no topo das prioridades do Governo Angolano. E a mulher fazendo jus à esse desiderato tem sabido responder e vencer tabus enraizados na cultura “masculina” e se inserir vitoriosamente nas instituições públicas.

O Centro Nacional de Investigação Científica (CNIC), tem promovido palestras alusivas ao Março Mulher partilhando experiências de mulheres vencedoras. Participe na próxima palestra e seja motivado(a).

Para o efeito, use, o link abaixo indicado:https://meet.google.com/zcz-hobh-akz

A actividade terá lugar hoje, dia 25/03/2022 às 10h00!

Ler mais ...

Participação Angolana no Diálogo de Política sobre Educação para o Desenvolvimento Sustentável - UNESCO


Da Esq-direita: 1ª fila: Profa Doutora Gabriela J.P. Teixeira; Prof. Doutor Emanuel Catumbela; Profa Doutora Ana Alexandre Robalo; 2ª fila: Sr. Nuno Cruz, Mestre Adelino Tchivango, 3ª Prof. Doutor Sabino Ferreira Nascimento, Lic. Ana M. C. Yeka, Lic. Saldanha Joaquim Rogério.

Uma delegação de Angola, chefiada  pelo Director Nacional para o Ensino Superior, Professor Doutor Emanuel Catumbela, em representação a Ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, participou na reunião organizada pelo Secretariado Regional da UNESCO na SADC, cujo objectivo foi preparar a Política sobre Educação para o Desenvolvimento Sustentável da região, que decorreu em Joanesburgo, África do Sul, de 14 a 15 de Março do ano em curso. 

A delegação contou com professores e investigadores  de diferentes organismos  e instituições do ensino superior e um membro de organização civil, nomeadamente:

  • Doutor Sabino Ferreira Nascimento – INAAREES (Ponto focal do Projeto A Sustentabilidade Começa com os Professores);
  • Profa Doutora Gabriela J.P. Teixeira – Faculdade de Ciências Naturais da UAN;
  • Profa Doutora Ana Alexandre Robalo - ISCED-Huambo;
  • Mestre Adelino Tchivango - Universidade Rainha Njinga A Mbande - Malanje;
  • Saldanha Joaquim Rogério - ISCED-Uíge;
  • Ana M. C. Yeka - ISCED-Uíge;
  • Nuno Cruz, da Associação Nação Verde.

O Diálogo visou envolver os actores políticos e líderes educacionais, dos Estados Membros da SADC, nas actividades relacionadas com a Educação  para o Desenvolvimento Sustentável (EDS), no sentido de defender a sua integração nas políticas públicas e nos currículos escolares.

Durante o evento foram partilhadas experiências de projectos implementados nos países da região sobre a integração da EDS em políticas públicas e o envolvimento da sociedade, assim como, os resultados do Programa “A Sustentabilidade Começa com os Professores (SCP)” em países da SADC seleccionados;

Angola e Moçambique foram seleccionados como países de implementação do Programa A Sustentabilidade Começa com os Professores (SCP) para o ano de 2022. Os professores que fazem parte da Delegação angolana terão uma formação específica para implementar este programa em Angola.

Os participantes desta reunião identificaram diferentes estratégias necessárias à implementação de uma Política Regional sobre Educação para o Desenvolvimento Sustentável que deve, entre outros, unir sinergias entre o programa SCP e a EDS para as iniciativas nacionais 2020-2030 e as aspirações dos países da SADC, conforme especificado no Plano dos Indicadores de Desenvolvimento Estratégico Regional (PIDER) 2020–2030;

Estiveram presentes nesta reunião Ministros da Educação e Recursos Minerais da Zâmbia, Secretários de Estados, Directores Nacionais, Gestores de Instituições de Ensino Superior e Representantes de Organizações não Governamentais e Juvenis e representantes do Secretariado da SADC e do Secretariado UNESCO Regional da África Austral.

 

Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, em Luanda, 17 de Março de 2022

Ler mais ...

COMUNICADO: Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNDECIT)

REPÚBLICA DE ANGOLA

FUNDAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO

(FUNDECIT)

 

Comunicado

A Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNDECIT), criada pelo Decreto Presidencial n.º 178/21 de 16 de Julho, com a atribuição de mobilizar, captar e operacionalizar os recursos financeiros necessários para apoiar as actividades de investigação científica e desenvolvimento de interesse para o País,

Torna público aos potencias interessados, individuais (Professores Universitários, Investigadores Científicos, Gestores de Instituições e de Projectos de Investigação) e institucionais (Instituições de Ensino Superior – IES, Institutos de Investigação e Desenvolvimento – II&D e, de forma geral, os actores do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação – SNCTI), que está em finalização o processo preparatório do financiamento de projectos de investigação e de financiamento de fomento institucional, pelo que todos os interessados são encorajados a consolidarem desde já os seus anteprojectos para submissão, assim que sejam publicados os respectivos editais públicos e em conformidade com os mesmos.

 

O Director Geral

 Mário Fresta, MD,PhD

Ler mais ...

PDCT: Anúncio de Assinatura de Adenda N°2 do Contrato - Projecto, Fiscalização da Construção e Modelo de Negócio do Parque de Ciência e Tecnologia em Luanda

REPÚBLICA DE ANGOLA

MINISTÉRIO DO ENSINO SUPERIOR, CIÊNCIA TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

PROJECTO DE DESENVOLVIMENTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

 

ANÚNCIO DE ASSINATURA DA ADENDA N°2 DO CONTRATO N° PDCT-C011/QCBS/2018

O Projecto de Desenvolvimento de Ciência e Tecnologia (PDCT) é um projecto do Governo de Angola, em execução pelo Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI), financiado em 90% através de um empréstimo do Banco Africano de Desenvolvimento (DP n.°11/16, de 25 de Janeiro). O PDCT é de âmbito nacional e visa contribuir para a diversificação da economia através da inovação científica e tecnológica. Especificamente, o PDCT envolve o i) apoio às actividades de investigação científica nos domínios prioritários para a diversificação da economia e a ii) criação de um ambiente favorável à ciência, tecnologia e inovação.

Um dos principais objectivos do PDCT é construir e apetrechar um Parque de Ciência e Tecnologia (PCT). Assim, foi contratada um consórcio por Concurso Público Internacional (clique aqui ver o Anúncio de Adjudicação). Considerando a necessidade de inclusão de serviços adicionais foi assinada a Adenda N°2. Clique aqui para baixar o respectivo Anúncio de Assinatura de Adenda.
 

 

Ler mais ...

Aproveite o seu investimento em Scopus!

O Scopus é um banco de dados de citações e resumos de fontes neutras, com curadoria de especialistas independentes no assunto. Ele coloca poderosas ferramentas de busca e análise nas mãos de investigadores, bibliotecários, gerentes de pesquisa institucionais e financiadores.

O Scopus auxilia os investigadores da indústria a rastrearem as inovações do mercado, identificar as principais contribuições e colaborações em pesquisa e desenvolver um benchmarking competitivo. Ele reúne abrangência e qualidade de dados superiores, análises sofisticadas e tecnologia avançada em uma solução que está pronta para combater a publicação predatória, optimizar poderes analíticos e fluxos de trabalho de investigadores, além de conduzir a uma melhor tomada de decisão.

Descubra como a Scopus oferece insights que conduzem a melhores decisões, ações e resultados: https://www.elsevier.com/solutions/scopus

 

Ler mais ...

Conheça o Science Direct e aproveite ao máximo! Crie a sua conta e investigue de forma fácil e eficaz.

A ScienceDirect é uma página web operada pela editora anglo-holandesa Elsevier, lançada originalmente em março de 1997. É uma plataforma para acesso de aproximadamente 2500 revistas científicas e mais de 26000 e-books. A ScienceDirect oferece aos investigadores o que há de mais moderno em tecnologia, a fim de garantir que novas informações possam ser encontradas de forma rápida e fácil, além de facilitar a actualização de conteúdos mais recentes relacionados à sua área de investigação.

A ScienceDirect incorpora tecnologias inovadoras para ajudar os investigadores a encontrarem novas informações e gerenciarem suas pesquisas.

Por isso, caro investigador, não hesite! Crie uma conta de usuário, investigue, receba recomendação de conteúdos, configure alertas, encontre suporte e forneça feedbacks.

Ao configurar a sua conta pessoal poderá aceder o seu histórico de leitura, alertas, recomendações e terá acesso remoto. Sequencialmente, poderá criar alertas para tópicos, periódicos e séries de livros do seu interesse e estar actualizado com novos conteúdos. 

Mais informação, aceda: https://www.sciencedirect.com/


”A ciência consiste em saber; em crer que se sabe reside a ignorância.”
Albert Einstein

Ler mais ...

PDCT: AVISO DE CONCURSO ESPECÍFICO - Construção do Parque de Ciência e Tecnologia em Luanda


REPÚBLICA DE ANGOLA
MINISTÉRIO DO ENSINO SUPERIOR, CIÊNCIA TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
PROJECTO DE DESENVOLVIMENTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

AVISO DE CONCURSO ESPECÍFICO
Convite à Apresentação de Propostas

Data: 1 de Março de 2022
Empréstimo N.º: 2000130014332
ICB N.º PDCT-W003/ICB/2022

  1. Este Convite à Apresentação de Propostas vem na sequência do Aviso de Concurso Geral para este projecto, publicado no United Nations Development Business (UNDB online), datado de 8 de Novembro de 2016, e no portal da Internet do Grupo do Banco Africano de Desenvolvimento (www.afdb.org).
  2. O Governo da República de Angola recebeu um empréstimo do Banco Africano de Desenvolvimento para custear o Projecto de Desenvolvimento de Ciência e Tecnologia (PDCT). Pretende-se que parte dos recursos deste empréstimo seja aplicada a pagamentos elegíveis nos termos do contrato para a Construção do Parque de Ciência e Tecnologia em Luanda.
  3. O PDCT convida a apresentação de propostas seladas de potenciais concorrentes elegíveis para a construção e conclusão do Parque de Ciência e Tecnologia em Luanda (doravante denominado “Empreitada de Obras”). O objectivo geral é construir e concluir um Parque de Ciência e Tecnologia em Luanda, funcional e harmonioso, ocupando uma área de aproximadamente 62800 m2, em 30 meses, de acordo com os respectivos projectos de arquitectura e engenharia. Especificamente, os objectivos são:

    - Construir 9 novos edifícios, com um máximo de 3 pisos acima do rés-do-chão;
    - Reabilitar 11 edifícios existentes;
    - Demolir 5 edifícios existentes e retirar os destroços e entulhos;
    - Construir e reabilitar (incluindo todos os trabalhos) estradas, estacionamentos, caminhos, passeios, portões;
    - Paisagismo, tratar de zonas verdes, incluindo campos desportivos, esculturas exteriores e uma fonte de água central;
    - Transferir os ocupantes, mobiliário e equipamentos para os edifícios construídos, tornando-os funcionais;
    - Construir redes de infraestrutura (i.e. eléctrica, hidráulica, telecomunicações, gás, etc) e utilidades gerais (ex. tanque de água, etc);
    - Construir e/ou reabilitar os muros de vedação do local da obra;
    - Fornecer os materiais e equipamentos listados no Mapa de Quantidades;
    - Executar os serviços relacionados necessários para que se atinja um parque funcional e harmonioso.
  4. Os potenciais concorrentes elegíveis interessados podem obter mais informações e inspeccionar os documentos de concurso no escritório:

    Nome do Projecto: Projecto de Desenvolvimento de Ciência e Tecnologia (PDCT)
    Endereço: Avenida Ho Chi Minh, Nº 201, Centro Nacional de Investigação Científica (CNIC), Maianga
    Andar/Sala: 1º Andar/Sala PDCT
    Cidade: Luanda
    País: Angola
    Coordenadas GPS: 8°50'20.6"S , 13°13'53.7"E
    Correio electrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  5. Um conjunto completo de Documentos de Concurso pode ser adquirido pelos potenciais concorrentes interessados através da solicitação pelo e-mail acima referido ou pelo endereço indicado acima, e mediante o pagamento de uma taxa não-reembolsável de EUR 200 (Duzentos Euros) ou equivalente em Kz (Kwanza), utilizando a taxa de câmbio do Banco Nacional de Angola (BNA) na data do pagamento. O pagamento será através de transferência bancária, de acordo com os seguintes dados bancários:

    a. Nome do banco: Banco Angolano de Investimentos (BAI)
    b. Portal do banco: https://www.bancobai.ao
    c. Nome da conta: MINISTERIO ENSINO SUP CIEN TEC INOV PDCT
    d. Número da conta (EUR): 074389362 15 003
    e. IBAN (EUR): AO06 0040 0000 7438 9362 1530 8
    f. Número da conta (AOA): 074389362 10 003
    g. IBAN (AOA): AO06 0040 0000 7438 9362 1036 1
    h. SWIFT: BAIPAOLU
  6. Os potenciais concorrentes interessados que não solicitarem formalmente os Documentos de Concurso, ao PDCT, não serão considerados.
  7. As disposições nas Instruções aos Concorrentes e nas Condições Gerais são as constam do Modelo de Documento de Concurso do Banco Africano de Desenvolvimento: Contratação de Empreitadas de Obras, datado de Setembro de 2010 e Revisto em Fevereiro de 2018.
  8. As propostas devem ser entregues no escritório indicado acima até às 10:00 (horário local) de 3 de Maio de 2022, e devem ser acompanhadas de uma Garantia Bancária no valor de USD 600.000 (Seiscentos mil Dólares Americanos). As propostas submetidas após o prazo para apresentação de propostas serão rejeitadas.
  9. As propostas deverão permanecer válidas por 120 (cento e vinte) dias após o prazo para apresentação de propostas estabelecido acima ou quaisquer alterações do mesmo.
  10. As propostas serão abertas na presença de representantes dos concorrentes que optarem por participar presencialmente ou via uma plataforma online para os concorrentes que optarem por participar remotamente às 10:15 (horário local) de 3 de Maio de 2022, no escritório:

    Nome do Projecto: Projecto de Desenvolvimento de Ciência e Tecnologia (PDCT)
    Endereço: Avenida Ho Chi Minh, Nº 201, Centro Nacional de Investigação Científica (CNIC), Maianga
    Andar/Sala: 1º Andar/Sala PDCT
    Cidade: Luanda
    País: Angola
    Coordenadas GPS: 8°50'20.6"S , 13°13'53.7"E

 

 

Clique aqui para baixar a Publicação no Jornal de Angola, dia 2 de Março de 2022.

 

 

Ler mais ...
Assinar este feed RSS

Links Úteis

Links Externos

Contactos

Redes Sociais