Menu
Portal Ciencia.ao

Portal Ciencia.ao

Oportunidade: Bolsas para o Curso de Diplomacia da Ciência

O Sistema de Pesquisa e Informação para Países em Desenvolvimento (RIS) e o Programa de Cooperação Técnica e Económica do Ministério das Relações Exteriores  da Índia (ITEC) informam que estão abertas, até o dia 7 de Dezembro de 2018, as candidaturas a bolsas de Estudo para o curso de Diplomacia da Ciência, que se realizará de 7 a 18 de Janeiro de 2019, na cidade de Nova Deli, Índia.

O curso destina-se a participantes interessados em questões relacionadas com a Ciência, Tecnologia e Inovação (CTI) e com a Cooperação Sul-Sul. O curso  tem como objectivo familiarizar os participantes sobre o papel e a importância da Diplomacia Científica nas relações internacionais, os benefícios da diplomacia de Ciência e Tecnologia (C&T) e o seu papel em estimular a capacidade de C&T nos seus respectivos países ao lidar com instituições parceiras a nível regional e multilateral, bem como organizações internacionais, incluindo a ONU e outras agências internacionais.

O curso inclui um momento de interacção com professores especialistas, estudos de caso, discussões em grupo e visitas de campo. O material didáctico e bibliográfico serão fornecidos aos participantes pelo RIS. 

Serão abordados os seguintes temas no curso:

  • Conceito e Contornos da Diplomacia Científica;
  • Modalidades da Diplomacia Científica nas Relações Bilaterais, Regionais e a Nível Multilateral;
  • Ciência, Tecnologia e Inovação: Desafios do Desenvolvimento e o Papel da Diplomacia Científica;
  • Comércio, Investimento e Tecnologia;
  • Cooperação Sul-Sul e Diplomacia Científica.

 

Subsídios

A Bolsa de Estudo cobre o bilhete de passagem, alojamento, subsídio de subsistência, subsídio para aquisição de material didáctico, etc., de acordo com as regras do Programa ITEC / SCAAP do Ministério das Relações Exteriores do Governo da Índia. Mais detalhes podem ser vistos no site do ITEC: www.itec.mea.gov.in

 

Inscrição

Os candidatos interessados deverão fazer a sua inscrição on-line no seguinte link: https://www.itecgoi.in/courses_list.phpsalt3=b2e5a3381a20182019&salt4=5101b375a237&salt=be20d13fcb99, e enviar o formulário devidamente preenchido às Embaixadas da Índia nos seus respectivos países.

 

Destinatários

Os membros da sociedade civil, comunidade diplomática, investigadores, media, académicos e funcionários públicos envolvidos em temas relacionados com a ciência, tecnologia e inovação (CTI) que lidam com as relações exteriores ou gestores de projectos internacionais em CTI são elegíveis para participar no curso.

 

Mais informação: https://www.itecgoi.in/courses_list.php?salt3=b2e5a3381a2018-2019&salt4=5101b375a237&salt=be20d13fcb99

 

 

Sábados de Comunicação e Intercâmbio Científico – 5.ª Edição de 2018

  • Publicado em Eventos

Em alusão à 5.ª Edição do Programa Sábados de Comunicação e Intercâmbio Científico, e com vista marcar o encerramento das actividades científicas, a Faculdade de Ciências e Tecnologias (FCT) da Universidade Jean Piaget de Angola realizou, no dia 24 de Novembro de 2018, às 10:00, no Auditório A4 da Universidade, uma Mesa Redonda subordinada ao tema “ANÁLISE DO SECTOR INDUSTRIAL ANGOLANO”, a ser moderada pelo Docente Eng.º Pedro Morais.

Sábados de Comunicação e Intercâmbio Científico é um programa anual que se realiza aos sábados, cujo objectivo é de estabelecer um vínculo de comunicação entre ou/para os docentes com fins de actualização e melhoramento de conhecimentos, num formato de apresentação de um tema de pesquisa relativo às diferentes áreas disciplinares que compõem a Faculdade.  

A actividade é de uma hora. Os docentes da mesma área de investigação e/ou convidados predispõem-se a apresentar um tema relevante, com um moderador, durante 30 a 40 minutos. Seguindo-se mais 20 minutos para intervenções.

 

Convidados à Mesa Redonda (oradores)

  • Prof. Doutor Rui Brochado (Arquitecto e Vice-Reitor para Docência e Investigação Científica da UNIPIAGET)
  • Eng.º Agnaldo Ferraz (Engenheiro e Docente da UNIPIAGET)
  • Dr. Celso Suzana (Sociólogo e Docente da UNIPIAGET)
  • Eng.º Patrício Quingongo (Engenheiro, Especialista em Petróleo & Gás e Pesquisador e Analista do Mercado Petrolífero)
  • Msc. Alberto F. Brás (Engenheiro e Docente da UNIPIAGET)
  • Dr. António Júnior (Jurista e Chefe de Repartição da Indústria e Recursos Minerais da Direcção Municipal das Actividades Económicas e Serviços de Viana)
  • Prof. Doutor Flaviano C. Tuti (Economista e Docente da Unipiaget)
  • Eng.º Sebastião Kukeny (Engenheiro e Formador de Telejornalismo e Director da VIANA TV)
  • Dr. Teurio Marcelo (Economista)

 

Programa do Evento 

9h30 – Recepção dos convidados; 

10h00 – Início do evento; 

10h05 às 10h35 – Início das intervenções dos convidados à Mesa Redonda (oradores); 

10h45 às 11h35 – Debate público (Perguntas e respostas); 

11h40 – Discurso de encerramento das actividades científicas da FCT; 

12h05 – Almoço no Refeitório da UNIPIAGET.

Bolsa de Investigação Científica: Candidaturas Abertas

Encontra-se aberto, até ao dia 6 de Dezembro de 2018, o concurso para a atribuição de uma (1) Bolsa de Investigação (BI) no âmbito do Projecto de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico designado por SCAFfoldChild – “SickleCell Anemia and Fetal Hemoglobin. Genetic modifiers in an Angolan Children Cohort”, financiado pela Rede AgaKhan para o Desenvolvimento, através do acordo de cooperação celebrado com a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) de Portugal. 

 

Condições para a candidatura:

  • Área Científica: Ciências Naturais e Ciências da Saúde.
  • Requisitos de admissão: A Bolsa de Investigação (BI) destina-se a Mestres que queiram obter formação científica em projectos de investigação ou em instituições científicas e tecnológicas em Portugal.

As candidaturas devem ser formalizadas pelo correio electrónico Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. , acompanhadas dos seguintes documentos: 

  • Curriculum vitae;
  • Certificado(s) de habilitações;
  • Outros documentos comprovativos considerados relevantes;
  • PDFs de publicações (caso tenha) ou indicação em CV se disponível online. 

A referência ao concurso Ref.ª: 330842553/SCAFfoldChild – BI 12M deve ser indicada no assunto do correio electrónico. 

 

Duração da bolsa:

A bolsa tera a duração de 12 (doze) meses, eventualmente, renovável por iguais períodos até ao final do projecto (projecto de 3 anos), com início previsto no mês de Fevereiro de 2019.

 

Local de trabalho:

O trabalho será desenvolvido na Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa do Instituto Politécnico de Lisboa.

 

Valor do subsídio de manutenção mensal:

O montante da bolsa corresponde a 980 Euros/mês (BI Mestre), de acordo com a tabela de valores das bolsas atribuídas pela FCT. 

 

Para mais informação clique aqui. 

 

Incubadoras: conceito e principais características

Junto com a grande expansão das startups no mercado, surgiram importantes aliados na hora de pôr as ideias inovadoras em acção. Nesse contexto foram criadas as incubadoras.

Tais agentes do ecossistema têm como papel acompanhar, avaliar e apoiar o negócio durante todo o período inicial, visando criar condições propícias para o seu desenvolvimento e fortalecimento no mercado.

Em muitos casos, as incubadoras procuram apoiar startups e pequenas empresas de acordo com necessidades sociais prévias ou orientações do governo. Apenas para exemplificar, caso uma região necessite desenvolver o transporte local, projectos ligados a essa área serão incentivados.

Isso porque as incubadoras, ao menos na sua concepção inicial, são entidades sem fins lucrativos, apoiadas pelo governo e movidas principalmente por verbas públicas, que viabilizam a infraestrutura e espaço físico para as startups se estabelecerem.

Em razão do envolvimento de órgãos governamentais há uma maior formalidade, complexidade e transparência na escolha dos projectos. Além de critérios rígidos na selecção e análise, é comum que as incubadoras exijam a apresentação de planos de negócios pelas empresas interessadas.

Durante a incubação, são oferecidos acompanhamentos e orientações de consultores, ligados a várias vertentes que qualquer negócio necessita, como administração, vendas, gestão de pessoas, direito, finanças e marketing. Esses profissionais são contratados para apoiar os incubados a um valor reduzido, facilitando o acesso.

Também costumam ser providos ambientes de laboratórios e convívio frequente com profissionais e pesquisas baseadas nas universidades públicas, por um longo período de tempo, que costuma variar entre 12 (doze) a 24 (vinte e quatro) meses.

Em troca dos mencionados benefícios e de serviços compartilhados, como telefone, internet, água, luz, segurança, são cobradas mensalidades que tendem a ter valores acessíveis.

Com base no exposto, as incubadoras mostram-se mais adequadas para os empreendedores que precisam de tempo e muito conhecimento técnico para estruturar o seu negócio, além de empresas interessadas em subsídios governamentais e/ou grandes investimentos.

Assim, caso o seu modelo de negócios seja baseado na economia tradicional e em medidas com fins sociais, faça uma análise das vantagens e desvantagens junto de profissionais capacitados e, havendo necessidade, considere estabelecer uma parceria com uma incubadora.

 

Autora: Natália Martins Nunes - Bacharel em Direito pela Universidade Federal de Uberlândia – UFU, Especialista em Direito Processual Civil pela Universidade Anhanguera-Uniderp e Sócia do Escritório Nunes, Duarte & Maganha Advogados Associados, Brasil.

 

Fonte: http://ndmadvogados.com.br/incubadoras-conceito-caracteristicas-startup-empreendedorismo/

 

Assinar este feed RSS

Links Úteis

Links Externos

Contactos

Redes Sociais