Menu
A+ A A-

Há mais de 268.000 toneladas de plástico a boiar nos oceanos

Mais de 6 milhões de toneladas de lixo vão ao mar todos os anos Mais de 6 milhões de toneladas de lixo vão ao mar todos os anos

Uma garrafa de plástico enterrada na areia da praia, que surge na maré baixa, pode servir como uma imagem simbólica do lixo esquecido nos oceanos. Mas não mostra a verdadeira dimensão deste problema ambiental. Uma equipa de investigadores serviu-se de centenas de medições nos oceanos e de um modelo de distribuição marinha do plástico, e calculou que existem 5,25 milhões de milhões de pedaços de plástico de diferentes dimensões a boiar na Terra. Segundo escreve O Público, ao todo, este lixo deverá pesar cerca de 288.940 toneladas, segundo um estudo publicado na quarta-feira na revista PLOS ONE.

Os plásticos acumulados nos oceanos têm várias consequências ambientais. Os peixes, os mamíferos e outros animais marinhos podem confundir os pedaços de plástico com alimentos e acabam sufocados ao tentarem comê-los. As redes de pesca podem prender e ameaçar a vida de mamíferos, aves e tartarugas, assim como de animais que vivem no leito do oceano.

Por outro lado, os plásticos que se vão acumulando no mar são uma fonte de substâncias químicas tóxicas que podem matar a fauna marinha. As substâncias que compõem o plástico acumulam-se ainda nos tecidos dos animais que os consomem e são assim transferidas na cadeia trófica, de predador em predador, até chegarem aos humanos.

Deixe um comentário

Caro utilizador, dada a ocorrência de alguns abusos, os comentários são primeiro aprovados (até 48 horas) e só depois serão publicados no portal. Ou seja, não escreva o mesmo comentário várias vezes. Obrigado pela compreensão.

voltar ao topo

Links Úteis

Links Externos

Contactos

Redes Sociais