Menu

Ciencia.ao - Itens filtrados por data: maio 2022

Universidade de Campinas Estabelece Parceria com o Governo de Angola para Formação de Docentes nas áreas das Ciências Médicas e da Saúde

Uma Delegação do Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Chefiada pelo Director Nacional do Ensino Superior, Prof. Dr. Emanuel Catumbela, deslocou-se de 24 a 28 de Maio do corrente ano, à cidade de São Paulo, República Federativa do Brasil, para no âmbito do Programa Anual de Envio de 300 Licenciados/Mestres Angolanos com Elevado Desempenho e Mérito Académico para as Melhores Universidades do Mundo, previsto no Decreto Presidencial n° 67/19 de 22 de Fevereiro: i) conhecer a realidade das IES hospedeiras e o desempenho dos bolseiros angolanos; ii) motivar e mobilizar os estudantes bolseiros angolanos para o bom desempenho e o retorno ao país após a sua formação; iii) explorar possibilidades de cooperação entre as IES acolhedoras e o Governo de Angola (MESCTI) e identificar oportunidades de formação para novos bolseiros.

A delegação reuniu-se com a Direcção da Universidade de Campinas (UNICAMP) e a Direcção da Faculdade de Ciências Médicas da mesma instituição. Estas mostraram-se unânimes em oferecer oportunidades de formação pós-graduada aos docentes universitários angolanos a nível de doutoramento e especialização médica.

Num outro momento, a Delegação reuniu-se com a Direcção da Escola de Educação Permanente do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (EEP- HCFMUSP), onde constatou que o grau de desempenho dos médicos angolanos (bolseiros de mérito) em formação é positivo, com obtenção de resultados excelentes, sendo que o percurso académico feito pelos mesmos é semelhante aos médicos residentes daquele país. Durante uma reunião com os bolseiros, foi possível constatar o empenho e dedicação dos mesmos nos programas de formação, bem como a entrega da equipe de médicos docentes daquela instituição. A formação dos médicos angolanos (bolseiros de mérito) é feita no Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo.

A Universidade São Paulo é considerada a melhor universidade da América Latina pela Times Higher Education Ranking, e a UNICAMP é considerada a segunda melhor universidade do Brasil. Com o objetivo de apoiar o desenvolvimento de profissionais e estudantes da área de saúde, a EEP HCFMUSP promove cursos técnicos, de pós-graduação e programas de capacitação médica e multiprofissional. Por isso, integra um corpo clínico multidisciplinar a tecnologias de última geração.

A delegação angolana esteve composta também pela Directora do Gabinete de Tecnologias de Informação e Comunicação Institucional, Antónia Djamila F. De Lima, o Consultor da Ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Filipe Baião, e a Técnica do Gabinete da Ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria Sebastião Neto.

O Gabinete de Tecnologias de Informação e Comunicação Institucional do Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, em São Paulo, aos 30 de Maio de 2022

Ler mais ...

Conheça o LiBES.

A elaboração do Livro Branco do Ensino Superior resulta de um pedido de assistência técnica do Governo de Angola dirigido ao Banco Mundial, no âmbito da Estratégia de Parceria Revista entre o Banco Mundial e a República de Angola. Assim, foram identificadas e discutidas as seguintes actividades entre as Partes, que se desenvolveriam nos próximos 18 a 20 meses, concretamente:

  1. Realizar um diagnóstico sólido de onde o sector está e quais são as lacunas urgentes que requerem atenção. O diagnóstico irá focar no acesso, equidade (com foco no gênero), qualidade e financiamento;
  2. Ajudar a montar um quadro de políticas em torno do ensino superior, estendendo-se às competências pós-secundárias. O quadro de políticas seria elaborado através de uma série de consultas a fim de construir um consenso em torno das principais conclusões;
  3. Realizar uma série de seminários sobre tópicos específicos relacionados com o Ensino Superior, procurando estabelecer sempre um quadro comparativos com alguns países e suas experiencias;
  4. Desenvolvimento e aprovação de uma Estratégia para o Ensino Superior (Livro Branco), a ser elaborada, aprovada e lançada até Maio de 2023.

O acto de lançamento do processo de elaboração do Livro Branco, realizado a 28 de Janeiro do corrente, constituiu um momento simbólico em que o Governo de Angola tornou público esta importante iniciativa que visa contribuir para um melhor planeamento do desenvolvimento do Ensino Superior.

Para mais informação, contribuições e solicitações, envie um e-mail para: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Ler mais ...

A Deficiência de Zinco Interage com Parasitas Intestinais/Urogenitais no Caminho para a Anemia em Crianças Pré-Escolares, Bengo-Angola

Autores: Cláudia Fançony 1Ânia Soares 1João Lavinha 2Miguel Brito 1 3

A deficiência de zinco em crianças até aos três anos prejudica o seu sistema imunitário e aumenta os níveis de anemia, em conjunto com os parasitas intestinais, que se adaptam e resistem à falta de zinco e défice de nutrientes.

Este é um dos principais resultados de um estudo transversal, levado a cabo pelo CISA em 2015, que recrutou mais de 850 crianças com menos de três anos de idade e cujos resultados demonstraram que uma deficiência de zinco pode prejudicar uma resposta imunitária a infeções. Para além disso, com a falta de zinco os parasitas intestinais adaptam-se a estes ambientes levando a um aumento dos índices de anemia e de inflamação.  

Este estudo demonstra a importância de controlar o défice alimentar através de mudanças na alimentação uma vez que o zinco é um micronutriente indispensável, que se encontra na carne, feijão, amendoim e cajus.

Os investigadores perceberam ainda que a deficiência de zinco aumenta significativamente a probabilidade de anemia mais fortemente em crianças que tinham anemia causada por deficiência em ferro.

Os resultados deste estudo foram revelados recentemente num artigo científico publicado na revista científica internacional “Nutrients” por investigadores do CISA que desenvolveram entre 2015 e 2017 o projeto “Intervenção Educacional Comunitária em Nutrição, WASH/Malária e anemia” com o apoio do Banco BFA e da Fundação Calouste Gulbenkian e Camões IP.

 

Afiliações:

  • 1Centro de Investigação em Saúde de Angola (CISA), Caxito, Estação Central de Luanda, Apartado IV n °5547, Luanda 5547, Angola.
  • 2Departamento de Genética Humana, Avenida Padre Cruz, Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, 1649-016 Lisboa, Portugal.
  • 3Health and Technology Research Center, Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa, Instituto Politécnico de Lisboa, Av. Dom João II Lote 4.69 01, 1990-096 Lisboa, Portugal.

 

Leia o artigo em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/35406005/

 

Ler mais ...
Assinar este feed RSS

Links Úteis

Links Externos

Contactos

Redes Sociais