Menu

Declaração sobre o Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência

DECLARAÇÃO SOBRE O DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES E MENINAS NA CIÊNCIA

No dia 11 de Fevereiro celebra-se, pela 6ª vez, o “Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência”.

É inegável o papel crucial da ciência e da igualdade de género na melhoria do desenvolvimento humano e no alcance dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030, pelo que a ciência precisa da participação, cada vez maior, das mulheres e das meninas. Assim, o Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI) apela às mulheres e meninas angolanas a contribuírem, de forma efectiva e relevante, para o desenvolvimento científico, tecnológico e sustentável do nosso país.

Como forma de sublinhar a importância das mulheres e meninas na busca de soluções para os principais desafios mundiais, com vista à celebração do “Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência”, 11 de Fevereiro de 2021, a UNESCO destaca o tema “Mulheres cientistas na linha da frente da luta contra a COVID-19”.

A COVID-19 tem afectado as relações de ensino/aprendizagem, profissionais, de lazer e afectivas devido às restrições impostas para travar a doença e salvar vidas. Apelamos às mulheres e meninas que continuem a contribuir com a mesma força e determinação como têm feito até aqui, para o reforço da consciencialização pública sobre a necessidade do cumprimento das medidas de combate à COVID-19.

O Governo de Angola, por intermédio do MESCTI e do seu Projecto de Desenvolvimento da Ciência e Tecnologia, tem em curso acções para reforçar a inserção das mulheres e meninas na ciência, destacando-se, por um lado, o suporte com bolsas de estudo a 250 meninas do ensino secundário, de todas as províncias do país, que frequentam cursos que se adequam ao perfil de entrada para o ingresso em cursos superiores em áreas das ciências naturais, tecnologias, engenharias e matemáticas. Por outro lado, está em fase avançada a avaliação das candidaturas para a atribuição de 155 bolsas de doutoramento e pós-doutoramento, pretendendo-se que 55% se destinem a mulheres. Certamente que com os resultados obtidos nestas acções, as mulheres e meninas angolanas estarão mais aptas a responder aos diversos desafios que a Organização das Nações Unidas lançou para este ano, tendo declarado 2021 como “Ano Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil”, “Ano Internacional dos Trabalhadores de Saúde e Cuidadores”, áreas em que as mulheres jogam um papel importante, “Ano Internacional das Frutas e Vegetais”, visando reforçar a segurança alimentar, melhorando a produção alimentar saudável e sustentável, bem como reduzindo as perdas e os desperdícios alimentares.

Em qualquer destes desafios existe um campo vasto para a ciência, quer no domínio das ciências sociais, das ciências da saúde e das ciências agrárias, dentre outros, em busca de soluções inovadoras para os problemas da sociedade, esperando-se um maior envolvimento das mulheres e meninas.

Celebremos o Dia internacional das mulheres e meninas na ciência, com a consciência de que é preciso tudo fazer para que as mulheres e as meninas tenham mais acesso e maior participação na ciência.

Luanda, aos 11 de Fevereiro de 2021

 

A MINISTRA

MARIA DO ROSÁRIO BRAGANÇA

voltar ao topo

Links Úteis

Links Externos

Contactos

Redes Sociais