Menu

Candidaturas Abertas para as Bolsas e Prémio Científico "António Coutinho Science Awards"

Em homenagem ao Professor António Coutinho, antigo Diretor do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC) e impulsionador da ciência a nível nacional que garantiu a projeção internacional do conhecimento científico, o IGC, em parceria com a Fundação Merck (FM) empresa de ciência e tecnologia, e o Município de Oeiras (MO), criaram um programa anual em seu nome que inclui duas bolsas e um prémio.

Os António Coutinho Science Awards são dirigidos a estudantes dos PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa) ou descendestes de nacionais dos PALOP residentes em Portugal, bem como a estudantes e investigadores doutorados residentes nos PALOP. Estão abertas as candidaturas para a 3ª edição, que irá atribuir duas Bolsas de Investigação e um Prémio Científico.

Esta premiação vêm reforçar o estímulo à diversidade na comunidade científica, dinamizando as carreiras de investigação de excelência nas áreas das ciências da vida, ciências da saúde ou ciências exatas.

Dedicadas a estudantes cidadã(o)s dos PALOP, ou afrodescendentes, inscrito(a)s em programas de mestrado tanto em Portugal como nos PALOP, estas bolsas financiam estágios de investigação experimental desenvolvidos em instituições de investigação portuguesas.

Esta iniciativa distinguirá investigadores dos PALOP com a melhor proposta de trabalho de investigação que fomentem colaborações internacionais, a actualização contínua de conhecimento e promovam transferência de tecnologias.

As candidaturas estarão abertas até o dia 30 de Abril de 2021.
 

Todas as informações sobre o Prémio, as Bolsas e as candidaturas encontram-se: https://gulbenkian.pt/ciencia/pt-pt/centro-colaborativo-gulbenkian/premios/acsa/3a-edicao-2021/

 

Ler mais ...

Declaração sobre o Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência

DECLARAÇÃO SOBRE O DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES E MENINAS NA CIÊNCIA

No dia 11 de Fevereiro celebra-se, pela 6ª vez, o “Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência”.

É inegável o papel crucial da ciência e da igualdade de género na melhoria do desenvolvimento humano e no alcance dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030, pelo que a ciência precisa da participação, cada vez maior, das mulheres e das meninas. Assim, o Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI) apela às mulheres e meninas angolanas a contribuírem, de forma efectiva e relevante, para o desenvolvimento científico, tecnológico e sustentável do nosso país.

Como forma de sublinhar a importância das mulheres e meninas na busca de soluções para os principais desafios mundiais, com vista à celebração do “Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência”, 11 de Fevereiro de 2021, a UNESCO destaca o tema “Mulheres cientistas na linha da frente da luta contra a COVID-19”.

A COVID-19 tem afectado as relações de ensino/aprendizagem, profissionais, de lazer e afectivas devido às restrições impostas para travar a doença e salvar vidas. Apelamos às mulheres e meninas que continuem a contribuir com a mesma força e determinação como têm feito até aqui, para o reforço da consciencialização pública sobre a necessidade do cumprimento das medidas de combate à COVID-19.

O Governo de Angola, por intermédio do MESCTI e do seu Projecto de Desenvolvimento da Ciência e Tecnologia, tem em curso acções para reforçar a inserção das mulheres e meninas na ciência, destacando-se, por um lado, o suporte com bolsas de estudo a 250 meninas do ensino secundário, de todas as províncias do país, que frequentam cursos que se adequam ao perfil de entrada para o ingresso em cursos superiores em áreas das ciências naturais, tecnologias, engenharias e matemáticas. Por outro lado, está em fase avançada a avaliação das candidaturas para a atribuição de 155 bolsas de doutoramento e pós-doutoramento, pretendendo-se que 55% se destinem a mulheres. Certamente que com os resultados obtidos nestas acções, as mulheres e meninas angolanas estarão mais aptas a responder aos diversos desafios que a Organização das Nações Unidas lançou para este ano, tendo declarado 2021 como “Ano Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil”, “Ano Internacional dos Trabalhadores de Saúde e Cuidadores”, áreas em que as mulheres jogam um papel importante, “Ano Internacional das Frutas e Vegetais”, visando reforçar a segurança alimentar, melhorando a produção alimentar saudável e sustentável, bem como reduzindo as perdas e os desperdícios alimentares.

Em qualquer destes desafios existe um campo vasto para a ciência, quer no domínio das ciências sociais, das ciências da saúde e das ciências agrárias, dentre outros, em busca de soluções inovadoras para os problemas da sociedade, esperando-se um maior envolvimento das mulheres e meninas.

Celebremos o Dia internacional das mulheres e meninas na ciência, com a consciência de que é preciso tudo fazer para que as mulheres e as meninas tenham mais acesso e maior participação na ciência.

Luanda, aos 11 de Fevereiro de 2021

 

A MINISTRA

MARIA DO ROSÁRIO BRAGANÇA

Ler mais ...

LISPA cria Programa de Ideação de Negócios para Estudantes Universitários - Candidaturas até 28 de Fevereiro de 2021

Tendo como um dos seus objectivos desenvolver projectos de novas tecnologias que potencializam o desenvolvimento do ecossistema de inovação e empreendedorismo, o Banco Nacional de Angola através do LISPA “Laboratório de Inovação do Sistema do Sistema de Pagamentos de Angola” e o Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, inclui no seu leque de ofertas o programa Beta-Shift.

O Beta-Shift LISPA consiste num programa de formação intensivo de três (3) dias para capacitar indivíduos e aspirantes a empreendedores sobre os diferentes conceitos do desenvolvimento de um negócio: desde a validação de negócio, modelo de custo e receitas, às fases de protótipo, de teste e de pitch à investidores.

A iniciativa (Beta-Shift LISPA) inclui 3 dias de workshops, sessões de mentoria e trabalho em equipa, com o apoio de mentores com experiência comprovada no mercado. O programa é composto por duas edições, que irão decorrer de 03 a 05 de Fevereiro de 2021 e de 17 a 19 de Março de 2021.

No formato online, o evento é coordenado pelo Acelera Angola com o apoio do Beta-i. As candidaturas estarão abertas para todos os estudantes universitários até 28 de Fevereiro de 2021. Para inscrever-se aceda ao website do LISPA (www.lispa.ao) com apenas uma ideia.

 

Para informações adicionais queiram por favor, utilizar o seguinte contacto: Pedro Moniz - 940647374, ou envie um e-mail para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

 

Ler mais ...

Governo de Angola reafirma compromisso com a UNESCO na implementação do Programa Nacional de Formação Doutoral em Ciência, Tecnologia e Inovação

No âmbito da implementação do Programa Nacional de Formação Doutoral em Ciências, Tecnologias e Inovação (NPDT-STI) realizou-se no dia 18 de Janeiro de 2021, uma reunião virtual presidida por Sua Excelência Ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Profª. Doutora Maria do Rosário Bragança que contou com a participação de Sua Excelência Embaixadora Ana Maria de Oliveira, Delegada Permanente da República de Angola junto da UNESCO; a Directora Geral Adjunta da UNESCO para as Ciências Exactas e Naturais, a Senhora Shamila Nair-Bedouelle; o Coordenador Internacional da Bienal de Luanda e Director da Antena da UNESCO em Luanda, o Senhor Enzo Fazzino; o Director da Academia Mundial de Ciências (TWAS), o Senhor Romain Murenzi; dentre outros altos funcionários do Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, da Delegação Permanente da República de Angola junto da UNESCO e dos diferentes sectores da UNESCO.

O objectivo geral deste projecto visa o desenvolvimento sustentável e o combate à pobreza, através da criação de um Programa Nacional de Formação Doutoral que irá fortalecer as instituições de investigação nacionais angolanas em Ciência, Tecnologia e Inovação e beneficiará 165 jovens estudantes angolanos, no grau de Doutoramento entre 2020 e 2027. Este acordo de cooperação educacional foi assinado pela Directora-Geral da UNESCO, a Senhora Audrey Azoulay, e a Ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Prof. Maria do Rosário Bragança, durante a cerimónia inaugural do Fórum dos Parceiros da Primeira Edição da Bienal de Luanda - Fórum Pan-Africano para a Cultura de paz, em Setembro de 2019.

O Programa de Formação Doutoral regista actualmente um atraso de execução devido aos constrangimentos provocados pela pandemia da COVID-19, que reduziu drasticamente a capacidade dos países em executar projectos. A reunião virtual permitiu identificar os aspectos mais importantes para o arranque do Programa, tendo em conta as implicações financeiras e a disponibilidade dos quadros para a sua execução.

Na ocasião, a Ministra Maria do Rosário Bragança reafirmou o compromisso do Executivo Angolano na implementação deste Programa estratégico através da disponibilização no primeiro trimestre do corrente ano de uma verba inicial para a sua operacionalização e a identificação de potenciais candidatos junto das instituições académicas e de investigação nacionais. Por seu lado, a Directora Geral Adjunta da UNESCO para as Ciências Exactas e Naturais garantiu total engajamento da Organização no acompanhamento da implementação deste Programa modelo para o continente africano e o compromisso na identificação imediata de instituições académicas parceiras para o lançamento do Programa em Setembro de 2021.

 

Fonte: Delegação Permanente da República da Angola junto da UNESCO.

Ler mais ...

BOLSAS DE MÉRITO 2021: Candidaturas abertas de 11 de Janeiro a 31 de Março!

O Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação vem, por este meio, tornar público que no dia 11 de Janeiro de 2021 estarão abertas as candidaturas às bolsas de estudo no âmbito do Programa de Envio Anual de 300 Licenciados/Mestres Angolanos com Elevado Desempenho e Mérito Académico para as Melhores Universidades do Mundo, aprovado pelo Decreto Presidencial nº 67/19, de 22 de Fevereiro, e encerrarão no dia 31 de Março de 2021.

Bolsas de estudo disponíveis por níveis de ensino, para o ano de 2021:

  • Especialidades médicas;
  • Mestrado;
  • Doutoramento.

As candidaturas serão feitas, exclusivamente, no site www.inagbeangola.com.

Requisitos:

  1. Idade:
  • Até 30 anos – Mestrado e Especialidade Médica;
  • Até 35 anos – Doutoramento;
  1. Curso:
  • Mestrado (ter licenciatura) e Especialidade Médica(ter a licenciatura ou mestrado em medicina);
  • Doutoramento – ter mestrado;
  1. Ter média igual ou superior a 16 (dezasseis) nos níveis precedentes (Licenciatura e Mestrado);
  2. Ter situação militar regularizada, para os candidatos do sexo masculino;
  3. Interessados, com visto de estudante e até 2 anos de permanência no país de formação, aceites ou a frequentar um curso de pós-graduação (1º ano de Mestrado, ou 1°/2° ano de Doutoramento), numa universidade colocada no ranking das 600 melhores universidades do mundo em 2019, dentro de um dos rankings: Times Higher Education Ranking, QS World University Ranking e ARWU- Shangai Ranking, localizada num dos seguintes países: África do Sul, Argentina, Austrália, Alemanha, Bélgica, Brasil, Canadá, Chile, China, Coreia do Sul, Dinamarca, Espanha, EUA, França, Holanda, Hungria, Itália, Japão, Noruega, Polónia, Portugal, Reino Unido, Roménia, Rússia, Singapura, Suíça e Ucrânia.

Processo de Selecção

O processo de selecção decorrerá em Angola e será assegurado por um Júri Nacional, sendo constituído por 7 (sete) fases consecutivas e eliminatórias, nomeadamente: (1) Candidatura, (2) Análise Documental, (3) Testes de Conhecimento, (4) Entrevista Centrada nas Competências, (5) Entrevista Final, (6) Exames Médicos e (7) Selecção pela Instituição de Ensino Superior Estrangeira. Os candidatos já aceites ou a frequentar cursos de pós-graduação em instituições no estrangeiro referidas no número III.5, estão isentos das fases 3, 4, 6 e 7 deste processo selectivo.

 Documentação necessária:

  • Fotocópia do Bilhete de Identidade;
  • Fotocópia do Passaporte;
  • Comprovativo da situação militar regularizada (para candidatos do sexo masculino);
  • Carta de recomendação de um professor, e/ou do orientador, empregador ou ex-empregador que conheça o candidato;
  • Declaração de frequência de estudos da instituição (para os que estão em pós-graduação numa Instituição de Ensino Superior estrangeira de referência);
  • Diploma e Certificado de Licenciatura, com notas discriminadas, para candidatos a bolsa de Mestrado;
  • Diploma e Certificado de Mestrado, com notas discriminadas, para candidatos a bolsa de Doutoramento;
  • Declaração ou Recibo de Homologação/Reconhecimento dos estudos emitido pelo Instituto Nacional de Avaliação, Acreditação e Reconhecimento de Estudos do Ensino Superior;
  • Esboço do projecto de investigação, para os candidatos ao Doutoramento;
  • Declaração de compromisso, caso seja seleccionado, em como regressa ao país, após a conclusão da formação.

 

Para mais informação, envie um e-mail para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar., ou entre em contacto no seguinte número: +244 922157333.

Baixe aqui o Edital das Bolsas de Mérito 2021: Versão 1, Versão 2.

 

Ler mais ...

CPLP realiza Conferência Internacional sobre Avaliação e Regulamentação do Ensino Superior - 10 de Dezembro - Participe!

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e a Agência Reguladora do Ensino Superior de Cabo Verde estão a organizar uma Conferência internacional, em formato virtual, subordinada ao tema «Sistema de Garantia da Qualidade do Ensino Superior no espaço da CPLP: Pressupostos e Estratégias de Avaliação e Regulamentação», no dia 10 de Dezembro de 2020, entre as 11H00 e as 15H00.

A conferência internacional, organizada no âmbito da presidência em exercício cabo-verdiana, tem como objectivo a partilha de experiências e boas práticas entre os Estados-membros da CPLP sobre Sistemas de Garantia da Qualidade do Ensino Superior.

O Secretário Executivo da CPLP, embaixador Francisco Ribeiro Telles, participa na sessão de abertura da conferência com o Secretário de Estado Adjunto da Educação de Cabo Verde, Amadeu Cruz.

Este evento enquadra-se no âmbito da implementação do Plano Estratégico de Cooperação Multilateral no Domínio da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior da CPLP (2014-2020), aprovado na VI Reunião de Ministros da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior da CPLP, em Maputo, em 2014.

Acompanhe a conferência através da plataforma ZOOM, com limite até 100 inscrições, e também em direto no canal de Youtube da CPLP.

Meeting URL: https://url.cplp.org/ciarescplp

Meeting ID: 945 5155 4087

Senha de acesso: 566554

 

 

PROGRAMA 

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL

«Sistema de Garantia da Qualidade do Ensino Superior no Espaço da CPLP: Pressupostos e Estratégias de Avaliação e Regulamentação»
10 de Dezembro de 2020
Videoconferência (ZOOM)


 

11h00-11h10 | Entrada/Receção dos Participantes e convidados

11h10-11h30 | Sessão de Abertura

  • Embaixador Francisco Ribeiro Telles, Secretário Executivo da CPLP
  • Dr. Amadeu Cruz, Secretário de Estado Adjunto da Educação de Cabo Verde


11H35 | PAINEL I. Garantia da Qualidade do Ensino Superior no Espaço da CPLP

Moderador: Dr. João Boaventura Ima Panzo – Diretor da Ação Cultural e Língua Portuguesa, Secretariado Executivo da CPLP

ORADOR: Dr. Jesus A. Tomé, Instituto Nacional de Avaliação e Acreditação Reconhecimento de Estudos do Ensino Superior (INAAREES) de Angola
Tema: Construção de um Sistema de Garantia da Qualidade no Ensino Superior no contexto de Angola.

ORADOR: Dr. Márcio Leão Coelho, Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (SERES) do Brasil
Tema: Modelo de Avaliação do Ensino Superior no Brasil.

ORADOR: Dr. José Jorge Dias, Agência Reguladora do Ensino Superior (ARES) de Cabo Verde
Tema: Garantia da Qualidade do Ensino Superior em Cabo Verde: Pressupostos e estratégias de avaliação e regulamentação.

12H25- 12H55 | Debate

12H55 | PAINEL II. Avaliação enquanto Ferramenta de Mudança no Ensino Superior no Espaço da CPLP: Desafios e Propostas.

Moderador: Eng.º Hélio Africano, NOSI - Cabo Verde

ORADOR: Dra. Ana Nhampule e Prof. Jefy Mukora, Conselho Nacional de Avaliação de Qualidade do Ensino Superior (CNAQ) de Moçambique
Tema: Garantia de Qualidade do Ensino Superior na Era Digital: desafios e perspetivas para Moçambique.

ORADOR: Dr. Jorge Carvalhal, Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES) de Portugal
Tema: O Quadro Normativo no Ensino à Distância.

ORADOR: Representante da Agência Reguladora de São Tomé e Príncipe
Tema: Desafios e estratégias de implementação do Sistema de Avaliação do Ensino Superior em São Tomé e Príncipe.

ORADOR: Dr. Samuel Freitas, Agência Nacional para Avaliação e Acreditação Académica (ANAAA) de Timor-Leste
Tema: Desafios e estratégias de implementação do Sistema de Avaliação do Ensino Superior em Timor-Leste.

14H00-14H30 | Debate

14H30 | Sessão de Encerramento
Apresentação da Declaração de Recomendações das Agências Reguladoras no Espaço da CPLP – Horizonte 2030
ORADOR: Dr. José Jorge Dias, Administrador das ARES de Cabo Verde

14h40 | Alocução de Encerramento

  • Dr. João Boaventura Ima Panzo, Diretor da Ação Cultural e Língua Portuguesa do Secretariado Executivo da CPLP
  • Dr. João Dias, Presidente do Conselho de Administração das ARES de Cabo Verde

 

Mais informação: https://www.cplp.org/id-4447.aspx?Action=1&NewsId=9007&M=NewsV2&PID=10872

 

Ler mais ...
Assinar este feed RSS

Links Úteis

Links Externos

Contactos

Redes Sociais