Menu

Angola na Sessão Anual da Comissão das Nações Unidas para Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento, em Genebra, Suíça

 

NOTA DE IMPRENSA

ANGOLA NA SESSÃO ANUAL DA COMISSÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E DESENVOLVIMENTO, EM GENEBRA, SUÍÇA

 

A Ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Bragança Sambo, participa desde hoje (Segunda-feira), em Genebra, na 22ª sessão anual da Comissão das Nações Unidas para Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento (CSTD), para analisar as oportunidades e desafios resultantes de descobertas científicas para o desenvolvimento sustentável.

Durante a abertura da sessão anual, a Ministra Maria do Rosário Bragança Sambo, que se faz acompanhar da representante de Angola em Genebra e demais organizações internacionais, Margarida Izata, considerou o encontro bastante positivo, por constituir uma soberana oportunidade de intercâmbio e troca de experiência entre os distintos países, através de uma discussão de alto nível de temas que convergem para a melhor implementação da Agenda 2030.  

O evento que se prolongará até ao dia 17 do corrente mês, conta com a realização de um diálogo entre eminentes cientistas que analisam o papel da ciência, tecnologia e inovação para a construção de resiliência das comunidades e uma mesa redonda para discutir o impacto do rápido crescimento tecnológico para o desenvolvimento sustentável.

No entender da Ministra angolana do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Angola tem ainda como desafios superar as assimetrias que desfavorecem as regiões do Leste e do Sul, vencer o analfabetismo, atingir a taxa de escolarização básica de 100 por cento, bem como reforçar a educação básica e de nível médio na formação em domínios de ciência, tecnologia, engenharia e matemática.

No campo da segurança alimentar, disse que embora ainda existam desafios, a convergência da investigação científica em biologia vegetal com tecnologias para melhoria direccionada de certas características pode contribuir para produzir variedades de muitas culturas de melhor qualidade, para aumentar a produtividade e a resiliência das culturas às mudanças climáticas.

Em Angola, o Centro de Recursos Fitogenéticos da Universidade “Agostinho Neto” é, na opinião da Ministra Maria do Rosário Bragança Sambo, a instituição de investigação e desenvolvimento que trabalha com os agricultores, colhendo variedades de sementes para estudos de melhoramento genético. 

Todavia, os avanços na investigação dependem ainda de um significativo investimento em biotecnologia e em capacitação humana que terá de ser feito, esclareceu.

O programa desta 22ª sessão anual da Comissão das Nações Unidas para Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento (CSTD), reserva uma excursão dos Ministros da Ciência, Tecnologia e Inovação à Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN), para visitar o maior laboratório de física de partículas do mundo. 

 

Serviços de Imprensa da Missão Permanente da República de Angola Junto das Nações Unidas em Genebra, aos 13 de Maio de 2019. 

voltar ao topo

Links Úteis

Links Externos

Contactos

Redes Sociais